Rio – Zona de Guerra, Resenha, @AVEC_EDITORA

por há 3 anos e 164 leituras

Confira capa, sinopse e resenha do livro Rio – Zona de Guerra, do autor nacional Leo Lopes publicado pela Editora Parceira Avec.rio zona de guerra Sinopse: “Em um futuro próximo, as desigualdades sociais e econômicas chegaram a níveis tão alarmantes que o Estado não tem condições de manter a ordem e garantir a segurança pública. Todo o poder é concentrado nas mãos de megacorporações multinacionais que criam e impõem as leis por meio de suas milícias particulares, chamadas Polícias Corporativas. No Rio de Janeiro, a Fronteira, uma muralha intransponível que cerca a Barra da Tijuca e o Recreio dos Bandeirantes, protege os interesses das megacorporações, relegando os habitantes dos demais bairros a uma vida sem lei em um território dominado pelas gangues. Tudo pode acontecer quando o assassinato de uma prostituta no edifício de uma megacorporação leva um detetive particular a voltar para a Barra da Tijuca após anos de exílio no que todos se acostumaram chamar de Zona de Guerra.”

Resenha de Rio – Zona de Guerra:

Num futuro muito caótico, podemos encontrar o detetive Freitas. Em uma sociedade muito dividida entre os que estão dentro e fora das fronteiras da Barra da Tijuca, o detetive Freitas tem um passe livre para entrar e sair de lá quando quiser, uma coisa que grande parte da população adoraria, mas por algum motivo que ninguém sabe qual é ele prefere morar na Zona de Guerra.

“As ruas estavam desertas àquela hora. Todos sabiam que era suicídio andar sozinho pela Zona de Guerra depois das oito horas da noite. Freitas não se preocupava com isso. Eele conhecia o Méier como a palma de sua mão e o  Méier o conhecia também. Não seria incomodado. Em todo caso, sua Princesa estava ali para protegê-lo.”

Ele é contratado por uma mulher, para investigar o assassinato de sua amiga, mas o que ele não esperava era encontrar algo muito maior que um simples assassinato.

“- Desculpe a invasão, detetive, mas o senhor estava demorando a voltar e eu realmente precisava me refrescar. Meu nome é Vivian Ballesta e quero contratar os seus serviços – disse a mulher, enquanto alcançava a cadeira ao lado do visitante. Ela sentou e cruzou as pernas, mostrando mais pele do que seria aconselhável na Zona de Guerra. Tanto Freitas quanto o homem de terno olharam para suas coxas.”

Ele se envolve com toda uma trama envolvendo as grandes corporações que “cuidam” da cidade dentro da barreira. Ele sofre tentativas de assassinato e é arrastado para uma intriga atras da outra. Descobre que pode contar com a população da zona de guerra de um modo que nunca imaginou. Grandes revelações, suspense e muita ação isso é o que você encontrar ao ler este livro. A muito tempo eu não encontro um romance policial que me agrade, isto é uma realidade, mas Zona de Guerra me prendeu do inicio ao fim, li em poucas horas, e espero que tenhamos mais alguma novidade ou continuação desta incrível história, que na minha opinião tem muito a render.

O livro é incrivelmente lindo, a arte da capa e a diagramação são perfeitas, e a leitura é muito agradável.
Espero que tenham gostado da minha resenha, espero a sua opinião.
Beijinhos da Paty ;)

Paty

Pode me chamar de Paty, sou uma libriana sentimental e cabeça dura que gosta de escrever, Gosto de vampiros e anjos e tudo aquilo que me tira da realidade, livreira por vocação. Insegura e corajosa, nervosa e determinada, são as contradições que fazem de mim quem eu sou.

Facebook Instagram Twitter Google+

Trackbacks/Pingbacks

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales