Resenha O amor não tem leis, Editora Paralela

por há 2 semanas e 38 leituras

Sinopse: “Alexandre Ferraz é um renomado advogado criminalista apaixonado pelo que faz. Além do sucesso inquestionável na carreira jurídica, também usufrui do impacto devastador que provoca nas mulheres a sua volta. E com a sua nova estagiária Maria Clara não seria diferente. Recém-chegada de uma temporada fora do país, quando acompanhou o então namorado e cantor pop Dereck Mayer em turnê pelo mundo, a estudante de Direito está determinada a cumprir as horas de estágio para finalmente ganhar o diploma, nem que para isso tenha de resistir aos hipnotizantes olhos azuis do dr. Ferraz. Assim como o seu chefe, a jovem leva uma vida descompromissada, curtindo o sexo oposto sem romantismo ou grandes demonstrações de afeto.

O amor não tem leis traz a arrebatadora história de um homem e uma mulher que buscam, acima de tudo, o prazer, mas que quando colocados frente a frente terão de aprender a lidar com sentimentos até então desconhecidos para eles. O que esperar desses dois? O amor será capaz de transformá-los?”

Oie, pessoas! Tudo tranquilo por aí? Eu ainda estou sob o efeito que esse livro me causou. JesusMariaJosé! Eu já tinha ouvido e lido vários comentários sobre o quanto era bom o livro, mas fui adiando. Até que me rendi. E agora posso dizer com todas as letras: preciso ler mais Camila Moreira!

O nome dele é Alexandre Mendes Ferraz. Renomado advogado criminalista de 35 anos, olhos azuis, pele morena clara e corpo atlético. Não se engane se pensar “esse é para casar!” Alê (para as íntimas) faz mais o estilo Lobo Mau, e ele sabe que é bom no que faz, seja no tribunal ou entre quatro paredes.

Meu nome é Alexandre Mendes Ferraz. Os mais íntimos me chama de Xande ou Alê, tanto faz. No ambiente profissional, limite-se a dr. Ferraz, mas se for entre quatro paredes, prefiro que me chame de… de… Fode-se! Entre quatro paredes, seu cérebro nem vai lembrar quem você é. O que dirá o meu nome.

Arrogante? Talvez. Confiante? Sim. Modéstia à parte, eu sei do que sou capaz.

O que dr. Ferraz não contava é que um pedido de seu pai em oferecer um estágio para a amiga de sua irmã, Priscila, fosse mexer com a sua vida e seu coração.

Maria Clara, ou melhor, Clara está empenhada em concluir o seu curso de Direito, mas para isso precisa de horas de estágio, precisamente de oito meses. E contará com a ajuda do pai de sua melhor amiga, Priscila. Ela não se lembrava muito bem de como era o irmão de Pri, Alexandre Ferraz, mas precisava conseguir esse estágio, pois isso iria lhe ajudar a dar continuidade a vida que ela deixou quando resolveu trancar a faculdade e correr o mundo em turnê com o cantor pop Dereck Mayer.

Quando Clara dá de cara com dr. Ferraz, logo sente o seu rosto esquentar, afinal, ela gosta muito de sexo e aquele homem era tudo o que ela gostaria em cima dela. Se você acha que ela é uma vadia, se enganou. Clara apenas não tem sonhos cor de rosa, ela é mais solta, gosta do sexo sem compromisso e sem amarras.

Não me levem a mal. Sou uma versão feminina do homem cafajeste. Sempre respeito as pessoas, principalmente se são casadas ou comprometidas. Mas gosto de sexo e vivo da forma mais desprendida possível.

Quando Clara começa a estagiar, ela tenta de todas as formas ficar longe do chefe, dr. Ferraz. Além disso, ela tem que lidar com as investidas do irmão mais novo dele, dr. Diego, outro delícia.

Mas o pior, quer dizer, o melhor, acontece. E após uma noite intensa de sexo (e a melhor de todas, segundo palavras deles), Clara e Alexandre estão encrencados, pois a atração entre eles é inevitável. Apesar de todo o seu jeito desgarrado, ele não consegue tirar Clara da cabeça, e sabe que ela pensava da mesma forma. Estaria ele se apaixonando pela primeira vez?

Por sua vez, Clara não quer se envolver, não está pronta para viver uma história de amor. Amor que ela só conheceu uma única vez. Será que Alê está preparado para conquistar essa mulher com um passado que ela esconde de todos?

Amor não tem leis é bem envolvente e intenso, de maneira que você pega e não quer mais largar. Da linha erótico, ele tem uma linguagem fácil e muitas vezes palavras de baixo calão, um pouco acima do normal dos livros eróticos que estou acostumada a ler, mas tudo de forma conjunta com o diálogo.

A história é contada por Clara e Alê, sempre em primeira pessoa, o que torna a história ainda melhor. Já disse aqui que adoro livros escritos assim?

Camila Moreira soube construir bem as personalidades de Clara e Alexandre Ferraz e suas histórias. Certo, que a história de Clara é bem mais aberta do que a de Alê, mas creio que isso será resolvido no O amor não tem leis – O julgamento final. Assim espero. kkk

Confesso que fiquei arrependida de não ter logo esse volume em mãos, pois estou em cólicas para saber o desfecho dessa história.

Conselho: leia um e em seguida o outro, sem pausa. Quem avisa, amiga é.

Ainda me recuperando em meio a lágrimas, eu recomendo demais esse livro. LEIAM!

 

 

 

O amor não tem leis 

Autora: Camila Moreira
Páginas: 287
Formato: 16.00 X 23.00 cm
ISBN: 978-85-8105-228-1
Selo: Paralela

Beijocas no coração

Mari Felix

Mari Felix

Jornalista, carioca, casada, mãe de dois filhos, admiradora de filmes, séries, livros e exposições. É uma romântica incorrigível, que chora até com filmes de comédia. Colunista na área de Filmes desde Fev/2015. No twitter pessoal . No Instagram pessoal .

Facebook Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2018 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales