Resenha: A maior flor do mundo @CiaDasLetras

por há 3 semanas e 90 leituras

Sinopse:

A maior flor do mundo é uma magnífica história para crianças, mas, antes de tudo, é um legítimo Saramago. Transformando-se em personagem, o autor nos conta que uma vez teve uma ideia para um livro infantil, inventou uma história sobre um menino que faz nascer a maior flor do mundo. Não se julgava capaz de escrever para crianças, mas chegou a imaginar que, se tivesse as qualidades necessárias para colocar a ideia no papel, ela resultaria verdadeiramente extraordinária: “seria a mais linda de todas as que se escreveram desde o tempo dos contos de fadas e princesas encantadas…”.
É dessa fantasia de grandiosidade que nasce o livro. Os leitores são chamados para uma divertida brincadeira, pois Saramago narra-lhes a história do menino e da flor não como se ela fosse a história de verdade, mas como se fosse apenas o esboço do que ele teria contado se tivesse o poder de fazer o impossível: escrever a melhor história de todos os tempos.
Entrando no jogo com o autor, os pequenos leitores vão saber que ninguém nunca teve nem terá esse poder. Vão saber também que a literatura é o lugar do impossível: o menino desta história faz uma simples flor dar sombra como se fosse um carvalho. Depois, quando ele “passava pelas ruas, as pessoas diziam que ele saíra da aldeia para ir fazer uma coisa que era muito maior do que o seu tamanho e do que todos os tamanhos”. Como nos velhos livros de literatura infantil, Saramago conclui: “E é essa a moral da história”.

Longe de ser um livro infantil, o título A maior flor do mundo é “Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ 2001, categoria criança”, e arrebata o leitor pequeno ou não.

A história fofa e delicada de Jose Saramago (O imortal!)  traz em sua narrativa lúdica um pouco de melancolia e muita esperança. Nela, um senhor muito simpático conta o que um dia desejou escrever para crianças… é realmente encantadora e inovadora, já que ao mesmo tempo nos faz crer que é algo que já aconteceu.

Quem sabe se um dia virei a ler outra vez esta história, escrita por ti que me lês, mas muito mais bonita?…

Eu li para meu filho de três anos e para ele não teve muito significado, ficando mais atento às ilustrações  – por vezes parecendo abstratas no seu imaginário – e delicadas, que encontramos ao longo das páginas.

Depois disso, fiz umas pesquisas na internet e acabei achando essa animação maravilhosa e o resultado não poderia ser outro: ele ficou apaixonado!!!

“Mas a flor aprumada já dava cheiro no ar, e como se fosse uma grande árvore deitava sombra no chão.”

Seguindo a linha do clássico  O Pequeno Príncipe, tem possibilidade de várias interpretações e a forma sensível que o autor desenha cada linha, mostra o quão mágica é a literatura. Olhem aqui o vídeo que mencionei:

 Uma magnífica história para crianças, mas antes de tudo, um legítimo Saramago. O autor nos conta que um dia desejou ser o autor “da mais linda de todas as que se escreveram desde o tempo dos contos de fadas e princesas encantadas…”. Conta também a história de um menino que realizou o impossível: fez uma simples flor dar sombra como se fosse um carvalho.

Agradeço muito a oportunidade de leitura, recomendo para todas as idades! É o tipo de livro para ficar bem ao alcance da mão e dos olhos, semeando inspiração.

Título original: A MAIOR FLOR DO MUNDO
Páginas: 32
Acabamento: Brochura
Lançamento: 10/12/2001
Selo: Companhia das Letrinhas

Compre aqui

Ju Lund

Escritora, graduanda em Artes Visuais,Téc. em turismo e hotelaria, gaúcha de Pelotas que adora assistir muitos filmes e séries de tv. Viciada em Lit. Fantástica. Fundadora do site (em 04/10) e Editora Chefe deste Portal. No Twitter @aJuLund

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

(casa nova)