Resenha Lute Como Uma Garota, Editora Cultrix.

por há 6 dias e 45 leituras

Sinopse: “Estamos vivendo novos tempos: a discussão sobre os direitos das mulheres não se concentra mais em grupos específicos e a luta feminista amplia seu debate na sociedade. Da violência contra a mulher à cultura do estupro, uma série de questões é tema de conversa frequentes na mídia e nas redes sociais. Mas como chegamos até aqui? Quem nos ajudou nessa trajetória? “Lute como uma Garota”, de Laura Barcella, reúne o perfil de figuras importantes da militância feminista, abrangendo as pioneiras do século XVIII e as estrelas pop dos dias de hoje, como Frida Khalo, Simone de Beauvoir, Oprah Winfrey e Madonna. E o livro não deixa de fora os nomes essenciais da luta no Brasil: em 15 perfis, com nomes como Djamila Ribeiro e Clarice Lispector, a jornalista Fernanda Lopes traz ao público um pouco de nossa história. Com ilustrações, prefácio de Mary Del Priore e apresentação de Nana Queiroz, Lute como uma Garota mostra a força dessas mulheres”.

Esse é com todo certeza um dos livros que todas as pessoas devem ler, principalmente o público feminino, pois relata o papel de diversas mulheres ao logo dos anos para que tivéssemos tudo que temos hoje e para incentivar as futuras gerações a nunca deixar de lutar pelo que acreditamos, pois juntas somos mais fortes e nós mulheres somos maioria em todas as sociedades e como muitas dizem e afirmam “Podemos Dominar o Mundo”, basta apenas querer.

O livros nos apresenta sessenta mulheres que contribuíram muito para o movimento feministas e todos os seus avanços ao logo dos anos, desde a conquista do direito ao voto até a trabalhar em ofícios antes destinados apenas ao público masculino, mas sabemos que ainda existem muitas desigualdades, principalmente salarial.

“Há uma quantidade enorme de talento desperdiçada em nossa sociedade só porque esse talento usa  saias”. _Shirley Chisholm, pág. 074

Porém conhecer cada uma dessas mulheres e compreender seus pensamentos e motivações, demonstra a importância de nós mulheres lutamos pelos direitos que possuímos e ir em busca daqueles que ainda não conseguimos, pois mesmo quem pensa que não é feminista por não ser a favor de algumas linhas de pensamentos ao qual você se considera contraria, isso é normal, pois nem tudo que uma feminista faz você deve fazer.

“A sociedade masculina deixa os homens pensarem que as mulheres são algo bonitinho, suave, esse tipo de coisa… Quis apenas mostrar o que somos. Somos nós, mulheres que realmente criamos a raça humana”. _Yoko Ono, pág. 092

Como a incrível Frida Khalo que em protesto aos parâmetros de beleza imposta a mulher decidiu que não se depilaria e ainda fez questão de deixar suas sobrancelhas ainda mais em destaque, a admiro, mas não conseguiria fazer o que ela fez, porém muitas mulheres se sentem como ela pressionadas a viver um biótipo de beleza que não é para todas, somos mulheres e devemos ser livres para escolher ser como quisemos.

“Pés, para que eu preciso de vocês, se tenho asas para voar?” _Frida Kahlo, pág. 044

Essa é a luta que cada uma dessas mulheres se propôs a viver e que muitas ainda vivem e depende de nós continuar essa luta, os abusos sofridos diariamente devem ser denunciados, pois nenhuma de nós merece ser estuprada, espancada, humilhada e assediada, por homens machistas que vivem nos tempos das cavernas, onde acreditam que a mulher é um objeto do seu uso pessoal, com o qual pode dispor ao seu bel prazer.

“É tão libertador saber  de fato o que eu quero, o que de fato me faz feliz, o que eu me recuso a tolerar. Aprendi que cuidar de mim não é função de mais ninguém, só minha”. _ Beyoncé, pág. 231

Neste livro Laura Barcella e Fernanda Lopes reuniram uma diversidade de mulheres incríveis e de diversos países, até mesmo brasileiras, todas elas com muita coisa em comum, mas a principal que une cada uma de nós é a Força que toda mulher tem dentro de si para mudar o mundo a sua volta, estamos vivenciando momentos de revolução e esse livro deve ser lido por homens e mulheres, para que o futuro de nossos filhos seja mais digno para ambos os sexos e gêneros, pois uma sociedade é formada por pessoas e suas decisões, por tudo isso o livro merece Cinco Corujas.

Ficha Técnica: 
Skoob: Lute Como Uma Garota
Autor: Laura Barcella e Fernanda Lopes
Editora: Cultrix
Páginas: 368
Ano: 2018
Onde Comprar: Livraria Cultura, Saraiva.

Esse é aquele tipo de livro que todos deveriam ler, mas as mulheres em especial não devem deixar a oportunidade de conhecer essa leitura, pois ela apresenta mulheres revolucionarias que fizeram nossa vida ser como é atualmente, imaginar como seria se nada disso tivesse acontecido me faz tremer.

“Para a mulher vencer na vida, ela tem que se atirar. Se erra uma vez, tem que tentar outras cem. É justamente a nova geração a responsável para levar adiante  a luta da mulher pela igualdade”. _Bertha Lutz, pág. 262.

Uma leitura excelente, posso garantir que vale a pena conferir ;) Espero que realmente apreciem a leitura e para quem já teve o prazer de ler adoraria saber a opinião de vocês! Até a Próxima.


Kisses da Er.

Erlane

Oi pessoal sou a Erlane, mas podem de chamar de Er, um apelido muito carinhoso que ganhei aqui no portal. Sou pernambucana, formada em Ciências Biologias e atualmente fazendo minha pós-graduação em Gestão Ambiental, casada e muito apaixonada, minhas outras paixões são a natureza, os animais “em especial meu gatinho (filho) que amo Floquinho”, exportes radicais e toda a vida em si. Porem minha grande paixão são livros, filmes e algumas séries. Sou simplesmente uma romântica incurável ! ;)

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2018 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales