Resenha A Luneta Âmbar, Editora Suma

por há 8 meses e 281 leituras

Sinopse: Em todos os universos, forças se reúnem para tomar um lado na audaciosa rebelião de lorde Asriel contra a Autoridade. Cada soldado tem um papel a desempenhar – e um sacrifício a fazer. Feiticeiras, anjos, espiões, assassinos e mentirosos: ninguém sairá ileso. Lyra e Will têm a tarefa mais perigosa de todas. Com a ajuda de Iorek Byrnison, o urso de armadura, e de dois minúsculos espiões galivespianos, eles devem alcançar um mundo de sombras, onde nenhuma alma viva jamais pisou e de onde não há saída. Enquanto a guerra é travada e o Pó desaparece nos céus, o destino dos vivos – e dos mortos – recai sobre os ombros dos dois. Will e Lyra precisam fazer uma escolha simples, e a mais difícil de todas, com consequências brutais. A luneta âmbar é o último livro da trilogia Fronteiras do Universo, que teve início com A bússola de ouro e A faca sutil. Uma conclusão emocionante, que leva o leitor a novos e fantásticos universos.

Finalmente li o último livro da série e posso afirmar com total convicção que foi o melhor dos três, porém, ele também deixou o meu pobre coração em pedaços, simplesmente me emocionei e chorei em diversos momentos, mas acredito que a decisão final foi tão difícil para mim conseguir aceitar, como sei que foi para Lyra e Will.

Caso queira saber minha opinião sobre o primeiro e o segundo volume da trilogia é só clicar Aqui e Aqui, mas agora vamos ao que interessa, o desfecho dessa trama que me encantou e me fez viajar por mundos e conhecer personagens que vão ficar gravados para sempre na minha memória.

No último livro “A Faca Sutil”, Lyra havia sido raptada por sua própria mãe, a Temida e odiada Senhora Coulter e descobrimos que ela tem mantido Lyra adormecida em uma caverna no Himalaia, porém nesse livro meus sentimentos em relação a ela mudaram completamente, pois é nele que finalmente o Amor Materno dela surge e descobrimos que ela abandonou tudo para salvar a vida de Lyra.

“E a mulher estava cantando baixinho, cantigas de ninar, alisando os cabelos na fronte da garota, acariciando sua face quente e seca, … Pág. 056
Ela pegou um cacho de cabelos louro-escuros e o colocou em um medalhão que usava em uma corrente em volta do pescoço.” _ Pág. 057

E nesse sono forçado Lyra tem sonhos muito reais com Roger seu grande amigo que perdeu a vida tentando ajuda-la, ela descobre que ele está preso no mundo dos mortos, um lugar triste e sombrio e Lyra promete que vai dar um jeito de tirar ele desse lugar, pois se sente culpada por sua morte.

Enquanto isso Will está em busca do paradeiro de Lyra com a ajuda de dois anjos, Balthamos e Baruch. Assim, Will consegue descobrir onde Lyra está sendo mantida, porém nessa jornada um dos anjos sucumbiu e o outro não consegue lidar muito bem com essa perda, pois ambos eram amantes.

Para ajudar a libertar Lyra, Will também consegue o apoio de um amigo muito, o rei Iorek Byrnison “o Urso de armadura” e ainda contam com o auxílio de Ama, uma menina da aldeia mais próxima, que tem levado água e mantimentos para a Senhora Coulter e que descobriu uma forma de acordar Lyra.

Mas nada será tão fácil, tanto lorde Asriel, como as instituições religiosas descobrem o paradeiro de Lyra, o pai envia tropas para proteger a vida da filha, em contra partida o Clero está determinado a exterminar a única possibilidade de salvação para o Pó, que para eles é o Pecado Original e que Lyra, assim como Eva, vai cometer ao chegar à fase de transição de Criança (inocência) para Adulta (corrompível).

“_E finalmente – disse o padre MacPhail–, a criança. Ainda apenas uma criança, creio. Essa Eva que será tentada e que, se a precedente de alguma forma servir de exemplo, caíra e cederá à tentação, trazendo com a sua queda a ruína de todos nós. Cavalheiros, ela representa um grande problema para nós e existem várias maneiras de resolvê-lo, mas vou propor a mais radical e tenho confiança que obterei sua concordância. Proponho que enviemos um homem para encontrar e matar essa menina antes que ela possa ser tentada”. _ Pág. 075

Uma batalha é travada entre aqueles que querem matar a menina e os que vão protege-la com suas vidas, com a Faca Sutil Will consegue penetrar na caverna e salvar Lyra com a ajuda de Ama, eles fogem para outro mundo e junto com eles dois espiões galivespianos de lorde Asriel os acompanham, e a mando dele devem segui-los onde forem e protege-los com suas vidas.

Assim que estavam em segurança, Lyra contou a Will para onde deveriam ir, ambos concordam e o aletiômetro confirma que esse é o caminho, assim eles iniciam sua perigosa jornada ao mundo dos mortos, Lyra para salvar seu amigo Roger e Will para falar uma última vez com seu pai, porém para conseguirem atravessar eles precisam se separar daquilo que mais amam, Lyra de Pantalaimon e Will do daemon que não sabia que possuía, pois eles são suas almas e não podem entrar no mundo dos mortos.

“Foi assim que Will ficou sabendo que todas aquelas coisas faziam parte de se ter um daemon e, qualquer que fosse seu daemon, ele também havia sido deixado para trás, com Pantalaimon, naquela costa tóxica e desolada. O pensamento ocorreu a Will e Lyra no mesmo instante e eles trocaram um olhar cheio de lagrimas”. _ Pág. 275

Essa separação foi muito dolorosa para Lyra e Will, mas eles sabiam que era preciso para salvar os mortos de um destino tão cruel e juntos eles encontrariam novamente seus daemons, no mundo dos mortos eles conseguiram encontrar aqueles a quem procuravam e descobriam que a guardiã do local sabia onde uma janela poderia ser aberta para que as almas fossem libertadas e se espalhassem pelo mundo como Pó.

Assim que eles conseguem libertar as almas, iniciam uma busca pelos seus deamons, que estão sendo caçados por todos aqueles que querem o fim de Lyra, seus pais, agora juntos, unem forças para derrotar o representante mais poderoso da Autoridade e assim conseguir mais tempo para que Will e Lyra cheguem a fase de transição.

Uma grande batalha é iniciada e Lyra e Will começam a ver os espectros, ambos sabem que isso significa que estão chegando a fase de transição, com a ajuda dos seus amigos e aliados, seus deamons são encontrados e assim que os recuperam eles fogem para um mundo onde os seus destinos serão finalmente revelados, pois é lá que a doutora Malone está e o padre que foi enviado para eliminar Lyra também.

Uma trama empolgante, repleta de momentos emocionantes e cheios de aventura, com certeza você vai se apaixonar por cada um dos personagens e compreender que o Amor é arma fundamental e principal de cada um deles, por tudo isso o livro merece cinco Corujas!

Ficha Tecnica:  
Skoob: A Luneta Âmbar
Autor: Philip Pullman
Editora: Suma de Letras
Páginas: 504
Ano: 2017
Onde Comprar: Americanas, Amazon, Saraiva, Submarino.

 

Não posso deixar de falar dessa edição que ficou maravilhosa, eu já achava a anterior linda, mas essa ficou um arraso, vale a pena conferir ;) Espero que apreciem a leitura e para aqueles que já leram adoraria saber a opinião de vocês! Até a Próxima.
Kisses da Er.

Erlane

Oi pessoal sou a Erlane, mas podem de chamar de Er, um apelido muito carinhoso que ganhei aqui no portal. Sou pernambucana, formada em Ciências Biologias e atualmente fazendo minha pós-graduação em Gestão Ambiental, casada e muito apaixonada, minhas outras paixões são a natureza, os animais “em especial meu gatinho (filho) que amo Floquinho”, exportes radicais e toda a vida em si. Porem minha grande paixão são livros, filmes e algumas séries. Sou simplesmente uma romântica incurável ! ;)

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2018 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales