Resenha Em pedaços, Editora Paralela

por há 3 meses e 82 leituras

“Sinopse: Aos 22 anos, Olivia Middleton tem Nova York aos seus pés. Por fora, ela é a garota perfeita — linda, inteligente e caridosa. Mas por dentro ela guarda um segredo terrível: um erro que a afastou das duas únicas pessoas que realmente importavam na sua vida. Determinada a esquecer o passado, ela deixa Manhattan e vai trabalhar como cuidadora de um soldado recém-chegado da guerra. Mas o que ela não esperava era que seu paciente fosse um jovem enigmático de 24 anos tão amargurado quanto cativante.
Paul Landon está furioso — com o mundo, com a vida, com o seu pai e, acima de tudo, consigo mesmo. Depois de sofrer na pele os horrores da guerra do Afeganistão, a última coisa que ele quer é a companhia de uma princesa nova-iorquina linda, mimada e irritante. A presença de Olivia parece tóxica para Paul, mas ele não consegue afastá-la, mesmo tentando muito.
Por mais que lutem contra uma atração intoxicante, Paul e Olivia não conseguem se manter distantes. Agora, precisam decidir: eles vão ajudar um ao outro a curar as feridas do passado ou vão se manter, para sempre, em pedaços?”

Creio que a maioria das pessoas conhecem a história da Bela e Fera. E o que acham dessa história ser incrementada? No lugar da doce e pobre Bela entra Olivia Middleton, patricinha de Nova York e no lugar da Fera entra o furioso Paul Langdon e tudo misturado com pitadas quentes.

Olivia desistir da faculdade de administração no último ano pegou de surpresa da família e amigos. E todos a apoiaram, afinal ela estava sendo muito caridosa em largar todo o glamour para ir cuidar de um veterano de guerra na pequena cidade na região do Maine. O que ninguém desconfiava é que Olivia estava fugindo. Ou estaria usando essa ação como uma penitência?

A patricinha esperava encontrar um idoso, mas o que ela se depara é com a imagem de um homem lindo e que a atraía logo no primeiro momento. E o que Paul Langdon tem de bonito, também tem de insuportável, rabugento e de mal com a vida. No auge dos vinte e quatro anos, ele é ex-combatente que foi aposentado por ter sido ferido na guerra e isso deixaram marcas físicas e internas. Agora o seu pai, Harry Langdon, luta para que seu filho tenha a vontade de viver novamente e para isso faz uma proposta para que ele aceite a nova acompanhante, Olivia Middleton, por três meses. Agora Paul terá que se submeter a essa mulher extremamente linda e cheia de vida. Será que ele irá conseguir resistir aos encantos dela e encontrar um motivo para sorrir?

Assim que Olivia encontra Paul percebe que o seu trabalho não será ter que ajudá-lo a fazer a higiene ou nas refeições, terá sim que fazê-lo recuperar a auto-estima. Langdon não quer isso, pois o que ele ver no espelho é um homem cheio amarguras e uma terrível cicatriz no rosto, porém ele precisa aguentar aquela garota com o seu tênis cor de rosa por três meses.

Mas parece que nem mesmo toda a arrogância, os gritos e o mal-comportamento de Paul fará Olivia desistir que ele volte a correr, a se relacionar com o pai, a sair de casa e encarar os seus próprios medos. E Olivia precisa também a encarar o seu maior medo.

De início achei a Olivia bem chatinha, mas logo em seguida consegui compreender algumas atitudes. Durante a sua estadia na casa de Paul ela foi amadurecendo e o seu cuidado em resgatá-lo é encantador. Paul também é casca-grossa, não dá o braço a torcer e faz de tudo para que Olivia desista dele e volte para sua vida em Nova York. O que os dois não perceberam é que já estão mais do que envolvidos na teia da paixão e isso provoca cenas para lá de explosivas.

Minhas unhas arranham seu pulso de leve, e a razão me manda afastá-lo. Seus dedos se movem, me esfregando, e deixo a cabeça cair para trás.

Eu me inclino sobre ele até que minha perna pare de tremer e eu recupere o fôlego. Mas Paul tira a mão do meu short e se afasta antes que eu possa fazer isso. Ainda não consigo pensar direito, então levo um tempo para entender o que está acontecendo.

Anteriormente eu já havia lido Lauren Layne (Mais que Amigos) e me maravilhei com a sua escrita, com o seu jeito em desenvolver a história, que envolve perdão, amor à si próprio e cura interior. Ela tem o poder de acolher o leitor na trama e fazê-lo não querer sair até chegar o desfecho. Assim como em Mais que Amigos, Em Pedaços me segurou em cada uma linha. E já estou ansiosa aguardando o livro 2 da série Recomeços. Lauren Layne ganhou o meu coração!

Ficha Técnica:

Skoob: Em Pedaços
Autora: Lauren Layne
Editora: Paralela
Páginas: 248
Ano: 2018
Onde Comprar: AmericanasAmazonSaraivaSubmarino.

Beijocas no coração

Mari Felix

Mari Felix

Jornalista, carioca, casada, mãe de dois filhos, admiradora de filmes, séries, livros e exposições. É uma romântica incorrigível, que chora até com filmes de comédia. Colunista na área de Filmes desde Fev/2015. No twitter pessoal . No Instagram pessoal .

Facebook Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2018 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales