Resenha de The Gravity of Us, @BrittainyCherry

por há 2 semanas e 159 leituras

Graham Russell e eu fomos feitos um para o outro.

Eu impulsionada pela emoção; ele apático. Sonhava enquanto ele vivia em pesadelos. Eu chorei quando ele não tinha lágrimas para derramar.

Apesar de seu coração congelado e minha disposição para correr, por vezes, partilhados em segundos. Segundos quando nossos olhos se encontraram e enxergavam os segredos um do outro. Segundos quando seus lábios provavam meus medos, e eu respirava suas dores. Segundos quando imaginamos o que seria amar o outro.

Esses segundos nos deixaram flutuando, mas quando a realidade nos bateu, a gravidade nos obrigou a descer.

Graham Russell não era um homem que sabia amar, e eu não  sabia tão pouco. Sem duvidas, se eu tivesse a chance de cair novamente, eu cairia com ele para sempre.

Mesmo que estivéssemos destinados a cair em terra firme.

Ultimo livro da série Elementos, The Gravity of Us traz Graham e Lucy (Lucille), e como o nome do livro já diz há uma atração gigantesca entre os dois…

“Duas partículas se atraem com forças cuja intensidade é diretamente proporcional ao produto de suas massas e inversamente proporcional ao quadrado da distância que as separa”. Issac Newton

E não estou reduzindo essa atração a paixão e desejo não, o universo atrai um para o outro, não importa o quanto Graham tente se distanciar.

” ‘Makut’, sussurrei, segurando-a perto. A palavra foi tatuada em ambos os pulsos,  *está escrito*. Tudo na vida acontece por alguma razão, acontece exatamente como era suposto, não importa quão doloroso pareça. Algumas histórias de amor foram feitas para ser para sempre e outras só por uma temporada.

Lendo essa sinopse pensei que seria um livro chichê, mas Brittainy é Brittainy e não decepciona pelo menos não me decepcionou até agora,a dupla para começo de conversa se conhece no local mais inusitado, no funeral do pai do Graham. E é ai também que Lucy reencontra sua irmã mais velha Jane, esposa de Graham, a esposa gravida diga-se de passagem.

Jane é uma pessoa bem metódica e cheia de neuras, vive um relacionamento atípico com Graham, e tem um parto prematuro. Juro que nessa hora deu vontade de entrar na história e bater nessa mulher, no passado ela abandonou a familia e no presente abandona a filha no hospital, “eu não vou aguentar ver ela morrer” nos poupe, se poupe.

E nesse momento o mundo conspira para uma aproximação de Lucy, meio contra a vontade de Graham, Lucy começa a ajudar nos cuidados da pequena Talon e naturalmente os corpos se atraindo.

“Ar acima de mim, terra abaixo de mim, fogo dentro de mim e água me cercando.”

Ambos personagens passaram por tragédias no passado. A de Lucy sabemos que é a morte da mãe, o sumiço da irmã mais velha e a doença de Mary a irma do meio. Já Graham mantem sua tragédia viva dentro de si, e só aos poucos vai se abrindo. Lucy é esperançosa e Graham não pode, ou melhor não quer ser.

Será que o tempo fará Graham se expor, ou Lucy perderá seu brilho? E Jane  vai sumir do mapa ou voltará para infernizar esses dois?

Um livro LINDO, que diz muito sobre a perda e como viver e superar esse episódio. Queria eu ter metade da vivacidade de Lucy.

” Talvez eu seja um daqueles romances onde você tem que ler até o final para entender o significado. […] Uma parte de mim quer ir direto para a ultima pagina para ver como termina, mas odeio spoilers, e adoro um bom suspense.”

Ficha Técnica: 
Autora: Brittainy C. Cherry
Páginas:369      Ano: 2017
Skoob: The Gravity of Us (Elementos #4)
Onde Comprar: Amazon

JuTorres

Estudante de Psicologia, paulista. Fascinada por série, filmes, livros, saquê e um bom rock...Colaboradora Oficial desde setembro/ 12. No Twitter pessoal @jupsique

Facebook Instagram Twitter
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

(casa nova)