Resenha de A Sombra do Vento, @Suma_BR

por há 10 meses e 1487 leituras

‘A Sombra do Vento’ é uma narrativa de ritmo eletrizante, escrita em uma prosa ora poética, ora irônica. Ambientado na Barcelona franquista da primeira metade do século XX, entre os últimos raios de luz do modernismo e as trevas do pós-guerra, o romance de Zafón é uma obra sedutora, comovente e impossível de largar. Além de ser uma grandiosa homenagem ao poder místico dos livros, é um verdadeiro triunfo da arte de contar histórias.
Tudo começa em Barcelona, em 1945. Daniel Sempere está completando 11 anos. Ao ver o filho triste por não conseguir mais se lembrar do rosto da mãe já morta, seu pai lhe dá um presente inesquecível: em uma madrugada fantasmagórica, leva-o a um misterioso lugar no coração do centro histórico da cidade, o Cemitério dos Livros Esquecidos. O lugar, conhecido de poucos barceloneses, é uma biblioteca secreta e labiríntica que funciona como depósito para obras abandonadas pelo mundo, à espera de que alguém as descubra. É lá que Daniel encontra um exemplar de ‘A Sombra do Vento’, do também barcelonês Julián Carax. O livro desperta no jovem e sensível Daniel um enorme fascínio por aquele autor desconhecido e sua obra, que ele descobre ser vasta. Obcecado, Daniel começa então uma busca pelos outros livros de Carax e, para sua surpresa, descobre que alguém vem queimando sistematicamente todos os exemplares de todos os livros que o autor já escreveu. Na verdade, o exemplar que Daniel tem em mãos pode ser o último existente. E ele logo irá entender que, se não descobrir a verdade sobre Julián Carax, ele e aqueles que ama poderão ter um destino terrível.

Há livros e livros, tem os bons da semana, do momento, do ano, até mesmo o melhor do gênero … e tem os que te marcam por toda vida, A Sombra do Vento é uma bandeira firme no topo do Everest. Li e reli uma dezena de vezes, Zafón consegue colocar o leitor dentro da história…

images

 “- Daniel. Bem-vindo ao Cemitério dos Livros Esquecidos.

[…].- Este lugar é um mistério, Daniel, um santuário. Cada livro, cada volume que você vê, tem alma. A alma de quem o escreveu, e a alma dos que o leram, que viveram e sonharam com ele. Cada vez que um livro troca de mãos, cada vez que alguém passa os olhos pelas suas páginas, seu espirito cresce e a pessoa se fortalece[…]. Cada livro que você vê aqui foi o melhor amigo de um homem. Agora só tem a nós, Daniel. Você acha que poderá guardar este segredo?”

Como tenho renite, sinusite e todos os ites possíveis, rs. meu nariz chega até a coçar quando Daniel anda pelo labirinto dos livros. E ao longo da história me apaixono, faço amizade com Firmín e embarco num hiper mistério… Daniel Sampere é levado pelo pai ao Cemitério dos Livros Esquecidos, um lugar secreto que contém exemplares raríssimos, e quando se passa a fazer parte desse “clube” você tem o direito de adquirir um livro

“Por quase meia hora perambulei pelos esconderijos daquele labirinto com o cheiro de papel velho, pó e magia. Deixei que minha mão roçasse as avenidas de volumes expostos, numa tentativa de fazer a minha escolha[…] talvez o acaso, ou seu parente elegante, o destino, mas naquele mesmo instante percebi que já tinha escolhido o livro que ia adotar. Ou talvez devesse dizer, o livro que me adotaria.

[…] A Sombra do Vento

JULIÁN CARAX”

black-and-white-books-boy-chico-favim-com-1586644

E esse livro mudará sua vida. Daniel se encanta com o livro e decide saber mais do autor, um personagem cheio de mistério e chama-lhe a atenção não existirem mais exemplares de Carax, em suas pesquisas descobre um rastro de morte nas sombras, uma mescla de real e fictício, que nos faz pensar “Isso está acontecendo ou Daniel surtou? ”

Outro benefício dessa leitura é que tens pronto um guia de viagens para Espanha, porque Daniel faz um tour em busca da verdade, então cafés, livrarias, cemitérios, praças e outros sítios fazem parte do cenário.

A Sombra do Vento é um livro que te prende de certa forma que você começa juntar as peças ao longa da história e tenta montar o quebra cabeça para descobrir o que realmente aconteceu, quem é Julián, assassino ou herói? É um livro ou um diário? E dá pra sair lucido ao fim? Kkk

Recomendo essa história, e te garanto que no final não existirá um meio termo, não tem como dar nota 5, é 0 ou 10. E para finalizar, adianto que o livro fazia parte de uma trilogia, PORÉM Daniel gritou tanto na cabeça de Zafón que após 15 anos ganha seu 4° livro “O Labirinto dos Espíritos”, agora é aguardar para a Suma trazer para nós essa maravilha.

14183823_1363793190316940_4840548737841620453_n

Ficha Técnica:selo-parceiro_2016

Autora: Carlos Ruiz Zafón
Páginas:399       Ano: 2007
Skoob: A Sombra do Vento
Onde comprar:  Amazon// Saraiva

rebookrebookrebookrebookrebook
2013%2f11%2f01%2fb1%2fgilmoregirl-243d9

 

JuTorres

Estudante de Psicologia, paulista. Fascinada por série, filmes, livros e um bom rock...Colaboradora Oficial desde setembro/ 12. No Twitter pessoal @jupsique

Facebook Instagram Twitter
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales