Resenha de O Desapego Rebelde do Coração, @Verus_Editora

por há 8 meses e 266 leituras

Quando um amor do passado ressurge e sentimentos mal resolvidos vêm à tona, é preciso decidir entre lutar pelo que se quer ou fugir — e pôr em risco a própria felicidade. Branca sempre foi uma mulher independente, que não pensava em se casar tão cedo — até conhecer Lex. Entre idas e vindas, eles se casaram e se divorciaram menos de um ano depois. Ela levou um tempo para superar a perda e, sem esperar muito, começou com Rodrigo um perigoso jogo de gato e rato. Rodrigo tinha uma queda por Branca quando mais novo, mas hoje a enxerga apenas como a razão de uma paixonite adolescente. O que ele esconde de todos — até de si mesmo — é quanto todas as perdas que sofreu o afetaram, e o único modo de lidar com isso é fingir não sentir nada. Lex ficou muito tempo afastado de todos que amava, trabalhando em outra cidade e tentando seguir em frente, como sempre fez. Sua intenção era voltar apenas para o casamento de amigos, mas a vida tinha outros planos para ele. Agora os três precisam lidar com o que está acontecendo — e mais, com o bebê que surge com Lex. Quanto a mágoa pode afastar duas pessoas que se amam? Como encarar uma situação em que pelo menos um deles certamente sairá ferido? A série Batidas Perdidas está de volta, com um dos volumes mais aguardados e a pergunta que não quer calar: De quem será o coração de Branca?

Depois de duas semanas de licença por conta da doença do meu avô (que infelizmente acabou falecendo no final de semana que passou), retornei com tudo em março. E o livro escolhido para esse retorno deveria ser especial. Por isso, O Desapego Rebelde do Coração foi selecionado.

A partir de agora assumirei que você leu os outros livros da série Batidas Perdidas, ok? Eu não sei se já citei aqui que não gostei muito do livro onde Vivi conhece Rafa. Finalizei a leitura, mas não pretendia continuar a ler os outros livros da coleção. Presenteei minha sobrinha com o romance e sua irmã, minha afilhada, o devorou e virou a fã número 1 da Bianca Briones. Então adquiri o segundo livro da série, que conta a história de Clara e Bernardo, para presenteá-la e pensei: por que não lê-lo antes? Li e me apaixonei, inclusive lendo todos os outros da série e da autora (eu e a Ana Beatriz, claro!)

Nos outros livros pudemos perceber um sentimento reprimido entre Branca e Rodrigo, respectivamente irmãos de Bernardo e Viviane. Só que Rodrigo, assim como Bê, era mais novo, então a loira não dava muita atenção para ele, tanto que teve um romance frustrado com Lex. Agora é a vez de sabermos a resposta para a pergunta:

De quem será o coração de Branca?

A preferência geral da nação é por Rodrigo, mas Lex também é um fofo. Só que parece que a garota não quer saber de nenhum dos dois. Aliás, de ninguém, e ela até que tem seus motivos.

É vida louca que o povo quer, é vida louca que sou. Ainda estou com vinte e seis anos, e não quero passar outra vez pelo que passei com Lex. Diversão é a palavra do momento.

Vida louca também é o lema de Rodrigo. Ele perdeu o pai no livro de Viviane, então resolveu viver loucamente para não sofrer. Mas tem mais, claro: ele sempre foi apaixonado por Branca, a química entre os dois é grande, mas nenhum deles admite. Então, ele aproveita festas sem pensar no amanhã.

Se tem algo que nunca aconteceria é um relacionamento entre mim e Branca. É justamente por causa dela que eu sou quem sou hoje. Quer dizer, justamente pelo desprezo dela. Eu já quis muito ter algo com a Branca no passado, mas é só questão de cumprir uma meta. Eu disse que ficaria com a Branca um dia e, se ela me der brecha, vou ficar. Só porque eu posso e fim. De resto, estou tranquilo. Namorar não é pra mim, mesmo.

 Como você pode perceber, os capítulos são narrados alternadamente por Branca e Rodrigo.  E por Lex também, pois até o último minuto Bianca nos deixa na dúvida sobre quem será o escolhido da loira. Que aliás, começa a achar que Rodrigo não é mais aquele moleque de antigamente. E tudo acontece em uma famosa noite de balada, onde muita coisa ocorre, nesse e em outros livros da série.

Ouvindo-o ressonar baixinho, sem soltar minha mão e parecendo finalmente tranquilo, penso que talvez ele não seja um moleque idiota, como sempre achei, mas um menino perdido.

Com isso, ela fica pensativa. Não quer dar o braço a torcer, mas percebe que Rodrigo pode ser um homem, não mais aquele moleque de sempre. Ela não sabe como lidar com a novidade e sabe que é sinal de encrenca caso aceite se envolver com o garoto que tem um coração gigante, escondido no meio de muito orgulho e irresponsabilidade.

Pois bem, a vida de Branca pode piorar, claro. E vai. Seu relacionamento com Lex despencou justamente porque ela não quer filhos, desejo dele. E no livro anterior, no casamento de Bernardo e Clara, o moço ressurge em sua vida com uma criança nos braços. Será sua?

– Bom, o fato é que o homem que você ama tem uma filha. Não dá para mudar isso. Você precisa assumir o que sente ou deixá-lo em paz.

Pois é, não queira estar na pele de Branca (eu não quero!), pois decisões importantes precisarão ser tomadas para o bem de seu coração. A noite desse casamento trará muitas reviravoltas para todos, pois a criança fará parte da vida dos Villa e Albuquerque, querendo eles ou não, a princípio.

Esse livro é fantástico, acredito que o segundo melhor (o campeão ainda é o de Bernardo e Clara), e a autora ainda deixou um gostinho de suspense e quero mais no final. Sorte nossa!

O que eu posso dizer é que esses personagens querem contar tudo isso a vocês, em histórias em que serão os protagonistas. Vocês só precisam aguardar. 

Isso é sinal de que, felizmente, a série Batidas Perdidas está longe de acabar.

Nota máxima, claro, para O Desapego Rebelde do Coração. Bianca arrasou!

Ficha técnica:

Autor: Bianca Briones

Editora: Verus

Ano: 2016

Páginas: 406

Skoob: O Desapego Rebelde do Coração

Onde comprar: Ofertas

Sim, eu me empolguei hoje (risos). Obrigada a você que chegou até aqui!

Beijinhos da Nanda!

Nanda

(até 2017) De manhã: funcionária pública (secretária escolar). De tarde: leitora beta, redatora, corretora e revisora de textos. Em tempo integral: sou casada, tenho um filhote muito fofo de Yorkshire chamado Paçoca, sou viciada em livros e apaixonada por séries de TV, especialmente de culinária, Friends e The Big Bang Theory. Iniciei no portal em junho de 2013, na área de filmes, e um ano depois comecei a resenhar livros.

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales