Resenha de O Ceifador, @editoraseguinte

por há 6 meses e 334 leituras

Primeiro mandamento: matarás.

A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria… Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade.

Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador – papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a arte da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais, podem colocar a própria vida em risco.

Distopia: lugar ou estado imaginário em que se vive em condições de extrema opressão, desespero ou privação; antiutopia.

Lendo a sinopse dá pra notar a diferença gritante de uma distopia, Neal apostou alto fazendo o oposto, um mundo perfeito. Sem fome, doença, velhice…

Utopia: qualquer descrição imaginativa de uma sociedade ideal, fundamentada em leis justas e em instituições político-econômicas verdadeiramente comprometidas com o bem-estar da coletividade.

“Antigamente[…] Havia assassino invisíveis chamados “doenças”  que destruíam o corpo.  O avanço da idade não podia ser revertido e existiam acidentes dos quais não havia recuperação. […]Agora tudo ficou para trás, só nos resta um dado simples: as pessoas precisam morrer. “

Resumindo, o fim do fim… Tudo seria perfeito se a população não aumentasse. Se a Lua e Marte não estivesse lotadas.

Eis que surgem os ceifadores.

“Citra sabia que os Ceifadores podiam escolher a cor do manto – qualquer cor menos o preto, considerado inadequado para o trabalho deles.  Preto era a ausência de luz, e os ceifadores eram o contrário disso. Luminosos e iluminados, eram vistos como a nata da humanidade – e esse era o motivo pelo qual eram escolhidos para o trabalho. “

Os ceifadores controlam o crescimento populacional. Não há criticas. Simples seleções sobre quem vive e quem tem sua morte realizada com sucesso.

Apesar da morte ser um tema tabu, nesse livro chega a ser engraçadas algumas situações. Logo de cara temos Tyger, um garoto alface não se preocupe, não existem mutantes ( pessoa alface é alguém sem importância existe os queijos, a carne, até o pão… é o alface)… mas então, ele por diversas vezes se mata para chamar a atenção. Lembra que achou a cura para morte?Então, seriamos como celulares, acabou a bateria? Simples, recarrega.

E melhor, a velhice não será mais problema. Só pagar é você pode parecer ter 21 anos ou 30, 40… é só escolher. Dizem as boas línguas que estão estudando para poder fazer voltar a juventude, já pensou ser adolescente de novo,rs.

Irmão, tios, meio-irmão, casar, descasar, casar de novo kkk claro porque se o até que a morte nós separe não existe mais, as coisas tem que serem mais finitas.

O ceifador é um livro maravilhoso, daqueles que você devora, e tenta se separar mas… Pq não mais uma página?

Li muito rápido essa história, Cidra e Rowan são apaixonantes. A gana de humanidade dentro deles. A coragem dentro de um mundo perfeito porém estagnado. Porque viver se não há mais o que aprender, não há evolução? A longevidade vale mais que a vivacidade?????

Esse livro me deixou tão Luna…

“O desenvolvimento da civilização já se completara. Todos sabiam disso. No que concernia à raça humana, não havia mais nada a aprender. Nada a decifrar sobre a nossa existência. O que significa que nenhuma pessoa era mais importante do que qualquer outra. Na verdade, no esquema geral das coisas, todos eram igualmente inúteis. “

A Seguinte caprichou nessa compra, estou ansiosa pela continuação. ♥ Espero que vire filme, que os ensinamentos desse livro não tenham finitude, e que muitos possam saborear o saber e as recomendações de Neal.

Falei pouco do livro,rs… mas juro que vale a pena, livro bom é difícil de resenhar mesmo. TOP 1 do ano até agora viu.

“- Você vê por trás das aparências do mundo,  Cintra Terranova. Daria uma excelente ceifadora.
Citra se encolheu.
– Nunca quis ser uma.
– Esse-  ele disse- é o primeiro requisito. “

Tem ação, drama, comédia e muita, mas muita filosofia. Livro maravilhoso, repito a Seguinte marcou 1000 pontos com essa aquisição. Ótimo presente, então compre uns 5 exemplares, distribua e não esqueça de guardar o seu. É isso, até a próxima. Beijos

 

Ficha Técnica: 
Autora: Neal Schusterman
Páginas:442      Ano: 2017
Skoob: O Ceifador ( Scythe#1)
Onde comprar:  Amazon// Saraiva

JuTorres

Estudante de Psicologia, paulista. Fascinada por série, filmes, livros e um bom rock…Colaboradora Oficial desde setembro/ 12. No Twitter pessoal @jupsique

Facebook Instagram Twitter
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales