Resenha de Juntando os Pedaçõs, Editora Seguinte

por há 7 meses e 235 leituras

Sinopse: Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.

 

Hey pessoas! Esta semana eu vim falar de um livro que me pegou de jeito é me ensinou muitas lições. Esse livro é Juntando os Pedaços, de Jennifer Niven, minha cortesia da editora Seguinte aqui para o Portal Ju Lund.

Já tem um tempo que eu vi esse livro no catálogo da editora, tinha visto também que era bom, então escolhi ler ele. Imagina a história de uma garota totalmente fora dos padrões de peso e um garoto que tenta se enturmar como um garoto legal, mas que esconde um sério problema neurológico.

Libby Strout ficou conhecida como a garota mais gorda dos Estados Unidos, que uns anos antes teve de ser resgatada de sua própria casa, quebrando as paredes, com um guindaste o causa de seu peso. Depois disso ela perdeu o peso mortal que tinha, mas ainda sim está longe de ser considerada magra. Depois de anos estudando em casa, Libby de 17 anos decide voltar para a escola e terminar o ensino médio, apesar da crueldade das pessoas.

Jack Masselin é um garoto popular, bonito, joga bem, namora  garota mais bonita da escola e tem prosopagnosia, uma doença que afeta a parte do cérebro que identifica o rosto das pessoas, se ele desvia o olhar, quando olha de novo para a pessoa já não se lembra mais qual era a aparência dela. Mas ninguém sabe que ele passa por isso, nem seus pais, por isso ele cria marcas para identificar as pessoas e assim vai levando.

Quando Libby chega a escola, não demora muito para os garotos amigos de Jack tentarem humilhá lá e Jack, tentando evitar, acaba humilhando a garota. Mas o que ele é nm ninguém esperava é que Libby é uma garota forte e corajosa, corajosa o suficiente para ajudar Jack a lidar com os problemas dele apesar do que fez para ela. E essa dupla cheia de desafios encontra um no outro o apoio que precisava.

Enquanto Jack lida sozinho com seus problemas,  Libby tem que enfrentar o mundo: a escola, os colegas cruéis que acham que ela merece menos, só por ser gorda. É uma lição incrível para nós. Eu passei por isso na adolescência, não podia ser considerada bonita, participar das coisas ou usar algo que era como se eu não merecesse por pesar mais que as outras meninas. Nunca foi fácil, então eu me vi na Libby, vi que isso existia 10 anos atrás e continua existindo hoje, principalmente no mundo fechado de muitos adolescentes que esquecem que têm uma vida inteira pela frente, que a menina pode emagrecer, ou não também, que depois que você fica adulto isso não é tão mais importante.

Por isso que digo que é emocionante ver o quanto Libby se ama, se respeita e se aceita, magra ou gorda e que isso não significa que as pessoas podem falar que ela não se importa, porque sim, a gente se importa.

É um livro que reflete a realidade, mas que também nos encoraja e, plus, nos mostra que o amor não se baseia na aparência, mas sim no que um significa para o outro. Jack nunca conseguiria se lembrar do rosto de alguém, mas aquilo que ela é por dentro é o que ele consegue se lembrar, e como deveria ser para todos nós, devemos nos apaixonar por quem as peso as são, não pelo que elas se parecem.

São importantes lembretes dentro de uma história envolvente e delicada, uma leitura prazerosa que eu indico a vocês. Com certeza vou ler outras obras da autora.

Essa foi a MINHA opinião, conta a SUA pra mim? Curta, comente e compartilhe. Te vejo depois do próximo “fim”.

Minha nota para esse livro é de CINCO Smileys!

 

 

 

Ficha Técnica:
Autor: Jennifer Niven
Editora: Seguinte
Ano: 2017
Páginas: 392
Skoob: Juntando os Pedaços
Onde Comprar: Saraiva, Livraria Cultura, Amazon

 

 

Amanda

Hey pessoas! Sou Advogada, tenho 23 anos, Sul-mato-grossense, Nerd assumida, amante de livros, música clássica e rock; mais falante que o burrinho do Shrek e incapaz de deixar uma sala em silêncio por mais de 1 min - pelo menos dizem que sou engraçada, vai saber. Não sou hiperativa, mas tô quase lá! Ah e por fim, uma romântica incorrigível - não aceito final triste em livros, NEVER - #Feliz :D

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2018 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales