Resenha de Interferências, Editora Suma

por há 3 meses e 145 leituras

Sinopse: Combinando humor e romance, Connie Willis, ícone da ficção científica, entrega um livro envolvente sobre os perigos da tecnologia, do excesso nas redes sociais e… do amor. Em um futuro não muito distante, um simples procedimento cirúrgico é capaz de aumentar a empatia entre os casais, e ele está cada vez mais na moda. Por isso, Briddey Flannigan fica contente quando seu namorado, Trent, sugere que eles façam a cirurgia antes de se casarem — a ideia é que eles desfrutem de uma conexão emocional ainda maior, e que o relacionamento fique ainda mais completo. Bem, essa é a ideia. Mas as coisas acabam não acontecendo como o planejado: Briddey acaba se conectando com outra pessoa, totalmente inesperada. Conforme a situação vai saindo do controle, Briddey percebe que nem sempre muita informação é o melhor, e que o amor — e a comunicação — são bem mais complicados do que ela esperava. mais complicado do que ela esperava.

 

Hey pessoas, hoje eu vim falar de um livro super divertido e romântico que é o livro de Connie Willis: Interferências e eu estava ansiosa para falar dele! Interferências é uma cortesia da Editora Suma aqui para o Portal Ju Lund e eu acho que você vai querer ouvir sobre ele.

Briddey é uma mulher de sorte para todos, namora um cara bonito, com bom emprego, que a leva em restaurantes caros e tudo o mais que as suas colegas de trabalho sempre quiseram ter e agora eles vão fazer um novo procedimento, que todos os casais famosos fazem, que é o EED, criado para casais apaixonados, trata-se de uma pequena cirurgia no cérebro dos dois o que os aproximaria, aumentaria seus sentimentos um pelo outro.
Mas eles só estão juntos há 6 semanas e enquanto suas colegas enlouquecem por ele já ter se decido fazer o EED, sua família irlandesa não a deixa em paz, preocupada que ela faça uma cirurgia desnecessária.
A única pessoa na empresa que não estaria interessada em sua vida seria CB, sendo um empresa de tecnologia, CB trabalha no subsolo desenvolvendo novos aparelhos e não faz a mínima questão de participar da vida dos outros, mas pelo visto, até ele pode se envolver.
É quando Briddey faz o procedimento que a diversão começa, com altas expectativas de se conectar com seu namorado, pelo visto ela se conecta com outra pessoa, como explicar isso para um namorado ansioso para se conectar com a amada.
Então CB precisa ajudá -la a encontrar uma saída para essa bagunça, o que vai ser bem divertido. Enquanto CB faz o que pode, Briddey precisa ligar com a loucura de pensamentos em sua cabeça e disfarçar muito bem para que seu namorado não descubra o motivo de eles não terem se conectado ainda.
Eu vou ter que para de falar senão acabo entregando algum detalhe que você vai gostar de descobrir por si mesmo, mas o que eu posso adiantar que a autora trabalhou em momentos, situações divertidas e muita confusão. O meu detalhe favorito é como CB e Briddey se comunicam com seu “knight figther” e “câmbio desligo ” me apaixonei pelos dois e pela Maeve,  sobrinha de Briddey incompreendida pela mãe controladora.
Eu acho que vale muito a pena você descobrir o que se passa na cabeça desses personagens, e espero você voltarem aqui para me contarem o que acharam da história,

Essa foi a MINHA opinião, conta a SUA pra mim? Curta, comente e compartilhe. Te vejo depois do próximo “fim”.

Minha nota para esse livro é de CINCO Smileys!

 

Ficha Técnica: 
Autor: Connie Willis
Editora: Suma
Ano: 2018
Páginas: 464
Skoob: Interferências
Onde Comprar: Saraiva, Amazon, Americanas
Amanda

Hey pessoas! Sou Advogada, tenho 23 anos, Sul-mato-grossense, Nerd assumida, amante de livros, música clássica e rock; mais falante que o burrinho do Shrek e incapaz de deixar uma sala em silêncio por mais de 1 min - pelo menos dizem que sou engraçada, vai saber. Não sou hiperativa, mas tô quase lá! Ah e por fim, uma romântica incorrigível - não aceito final triste em livros, NEVER - #Feliz :D

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2018 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales