Resenha de D’votion 2 – Deixe-me ser seu dono, Editora Ponto Literário

por há 1 mês e 105 leituras

Sinopse: “Joana tinha traumas e inseguranças depois de ser brutalmente agredida por seu antigo Dom. Quando achava não ter mais escapatória, a vida lhe ofereceu uma segunda chance. Mas as marcas do passado a deixariam aceitar outro Dom na sua vida?
Marcus não queria compromisso ou uma mulher definitiva na sua vida. Uma por noite, sem promessas ou romance era o seu lema, mas quando botou os olhos na pequena submissa Joana, tudo no que acreditava e o que tinha planejado foi esquecido. Agora sua vontade é apenas uma: ter Joana para si e ser o seu dono.”

Hey, pessoas! Tudo bem por aí?! Por aqui está tudo agitado, ainda mais depois de ler esse livro. Me segura!! Se em D’votion é fogo total com muito suspense, em D’votion 2 é vulcão em erupção.

No primeiro volume você conheceu a história de Nataly e todo o mistério em torno das mulheres assassinadas. Nesse segundo volume que tem o subtítulo de “Deixe-me ser deu dono”, você conhecerá a história de Joana, a mulher que é resgatada por Nataly logo no início do primeiro volume, assim tornando-se sua melhor amiga.

Joana é uma mulher linda, mas que sofreu abusos por toda a sua vida e nunca conheceu o prazer de verdade e muito menos o amor. Quando Marcus surge, faz as suas pernas tremerem e o seu lado submissa surgir, Joana sente que está encrencada. Marcus (esse também já conhecemos) é irmão de Nataly, dono da boate D’votion e um solteirão convicto, além de ser um experiente dominador, tudo de bom e sonho de toda a submissa. Ele não estava preparado para a chegada daquela mulher que o enfeitiçou com o seu jeito meigo.

Não demora muito para os dois se entregarem ao prazer do sexo, mas logo Joana percebe que quer muito mais do que Marcus pode lhe dar. E aos poucos o passado de Joana vai retornando para assombrá-la.

Ao voltar para o apartamento, ela senta no sofá e fica olhando para o nada. Era o seu ritual todos os dias, desde que conseguira fugir de casa. Lembrar daquele dia, a forma com que fora usada e abusada, dava-lhe nojo. A ideia de se matar já tinha passado pela sua cabeça, mas nunca conseguira ir até o fim, algo a impedia de tirar a sua vida.

O início do livro é cronometrado com algumas cenas do primeiro volume e isso nos dá uma outra visão. A partir de algumas páginas somos envolvidos na trama de Joana e Marcus, alternadamente, conhecendo muito mais a triste história dela. Assim como no primeiro volume, a história mistura erótico com suspense (não tão macabro), mas isso já passando da metade do volume.  É quando a trama toma um ritmo acelerado, com várias coisas acontecendo.

A Julie Lopo mostrou que veio para ficar na área do suspense-erótico/ou erótico-suspense. Faz o leitor se envolver na história e ficar preso até a última página. Já quero mais de Julie Lopo nas estantes das livrarias.

Para aquelas que gostam do gênero é uma ótima opção e para aquelas que não curtem tanto é uma boa oportunidade para conhecer a escrita da Lopo.

Ficha técnica:

Autora: Julie Lopo

356 páginas 

Ano: 2018

Skoob: D’votion – Deixe-me ser seu dono (livro 2)

Onde comprar: Amazon

Beijocas no coração

Mari Felix

Mari Felix

Jornalista, carioca, casada, mãe de dois filhos, admiradora de filmes, séries, livros e exposições. É uma romântica incorrigível, que chora até com filmes de comédia. Colunista na área de Filmes desde Fev/2015. No twitter pessoal . No Instagram pessoal .

Facebook Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2018 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales