Resenha de A Torre @EditoraLeya

por há 1 semana e 78 leituras

SINOPSE: Misterioso e hilariante, A Torre é uma fantasia que promete fisgar os fãs de fantasia do princípio ao fim Muito suspense Certa dose de humor Uma heroína capaz de deixar Katniss Everdeen, de Jogos Vorazes, no mínimo intimidada E uma carta encontrada no bolso que começa assim: Querida Você, O corpo que está usando costumava ser meu. Encharcada pela tempestade que cai sobre o parque, ela ainda não sabe por que está cercada de cadáveres. Muito menos por que todos usam luvas de látex. Sem escolha, ela decide seguir as orientações deixadas nessa carta e encontra outras duas. Uma carta leva a outra e mais outra, e assim ela descobre seu nome: Myfanwy omas. E ainda que é uma Torre – uma agente secreta de alto escalão que trabalha para uma organização do Império Britânico responsável por combater eventos sobrenaturais. Mas há um traidor nessa organização. Um traidor que a quer ver morta. E que logo perceberá que Myfanwy ainda está viva. E sem memória. Enquanto luta para salvar sua vida, Myfanwy conhece pessoas misteriosas: um homem com quatro corpos, uma aristocrata que pode entrar em seus sonhos, crianças que se transformam em guerreiros mortais e uma conspiração que vai muito além do que poderia imaginar. Com uma protagonista feminina forte e apaixonante, A Torre é um livro que vai envolver os leitores de fantasia em uma narrativa cativante e, ao mesmo tempo, diferente de tudo o que já foi publicado no gênero.

A Torre é um livro que te cativa da sinopse até o último ponto final. Apesar de ter demorado muito mais do que gostaria, posso garantir que é uma leitura fluída e intrigante!

A narrativa de Daniel O’Malley é intercalada entre o presente, em que a “nova” Myfanwy tenta resolver todo o mistério do que está acontecendo em sua volta, e o passado. Neste caso, representado pelas cartas da “antiga” Myfanwy, que desvendam informações para entendermos o “todo”.

O Ponto de partida é de uma moça que acorda no meio da chuva com corpos ao seu redor, uma carta… Apenas uma carta lhe indica “mais ou menos” O que está acontecendo, que indica outra e mais outra carta. E apesar dessa introdução tensa, a leitura é leve e empolgante.

Nossa protagonista tem uma opção, mas resolve ir ao fundo desse mistério e se vê envolta em uma organização super secreta que tem o Jogo de Xadrez como base de sua “formação” e ela é A Torre! Os membros desse grupo possuem poderes mágicos e aqui você é totalmente cativado rs!

Sobre essa moça: eu Amei Myfanwy Thomas!!!

Preciso ressaltar aqui que A Torre é o primeiro livro de uma série chamada “The Checquy Files”. Ele já tem uma sequência, mas nada ainda aqui no Brasil (ATENÇÃO LEYA).

Dá para entrar em desespero com a personagem que luta para ter sua memória de volta, luta para sobreviver à uma nova realidade e vai descobrindo muito mais – além de ser uma super agente secreta.

E, como se essa trama boa não bastasse, o livro inda contém FANTASIA! Isso aí, meu  bem, teor fantástico super presente e bem representado no desenrolar da história. Como disse aí em cima, poderes mágicos rondam as páginas desse livro super legal! Isso  para os fãs do gênero é motivo de sobra para se jogar na leitura!

Com cenas de ação bem construídas e um pouco de bom humor da hora/ medida certa, A torre me conquistou. Quatro belas estrelas para nossa parceira Leya por essa publicação :)

Espero que tenham gostado dessa dica de leitura, deixe seu OI aí nos comentários ou clique no +1 no topo desse post! !Bjokas

Páginas: 432

ISBN: 9788544102541

1.ª edição: 2016-03-0

Compre Aqui

Ju Lund

Escritora, graduanda em Artes Visuais,Téc. em turismo e hotelaria, gaúcha de Pelotas que adora assistir muitos filmes e séries de tv. Viciada em Lit. Fantástica. Fundadora do site (em 04/10) e Editora Chefe deste Portal. No Twitter @aJuLund

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales