Resenha Chronos: Viajantes do Tempo, Editora DarkSide Books

por há 3 meses e 110 leituras

Sinopse: “Na vida, tudo tem uma ordem certa para acontecer: os sapatos devem ser colocados depois das meias, a geleia deve ser passada no pão depois da manteiga — netos nascem depois dos avós. Kate Pierce-Keller nunca havia dado atenção a este último item, até sua avó surgir com revelações e um objeto que podem colocar sua existência em risco. Os eventos da premiada Trilogia Chronos se iniciam quando Kate descobre que sua avó é uma historiadora viajante do tempo — nascida alguns séculos à frente, mas presa ao presente por conta de um acidente — e possui um artefato, um medalhão azul reluzente, que permite realizar saltos temporais para qualquer época e local.

Tudo parece um absurdo no início, mas uma leve interferência na linha temporal faz com que os pais de Kate sumam do mapa e ela seja a próxima da lista. Arriscando sua vida, ela aceita a missão de tentar voltar no tempo para evitar um homicídio que é a chave de tudo e colocar as coisas no seu devido lugar. Mas se ela for bem sucedida, a interferência também terá um custo pessoal. Neste primeiro volume, o leitor é transportado para a Exposição Universal de 1893, em Chicago, quando a Roda Gigante foi apresentada pela primeira vez e o serial killer H. H. Holmes dirigia um hotel construído especialmente para receber os visitantes da feira (e sumir com seus corpos). Em meio a tantos fatos históricos e curiosos, Kate precisa agir pontualmente para não estragar nada, e ainda impedir a ascensão de um culto religioso bastante poderoso que ameaça afetar o universo como o conhecemos”.

Chronos: Viajantes do Tempo é o primeiro volume de um trilogia da Rysa Walker, publicado pela Editora DarkSide Books. Primeiro, o que chamou minha atenção foi a capa belíssima e como tenho vários livros desta editora, sei o quanto eles capricham em cada livro. A capa é dura e há uma fita no livro, toda a diagramação está muito boa e adorei as cores da capa. Mas, além desse amor a primeira vista, a sinopse também chamou minha atenção, pois adoro viagem no tempo e posso garantir que esse livro me prendeu.

Conhecemos Kate Pierce-Keller, que vive com sua mãe, mas as vezes passa uns dias com o pai, pois estão separados. Em uma noite, durante um jantar com sua avó materna, a Katherine, Kate descobre que será herdeira de muita coisa, pois sua vó está doente e logo vai falecer, porém o que chama mais a atenção de Kate é um amuleto de sua vó que possui um brilho azul, mas que sua mãe parece não perceber.

Devido a doença e o tempo curto, a vó de Kate deseja passar mais tempo com a neta. Na verdade, Kate descobre que sua vó é uma viajante do tempo e que na verdade ela veio do futuro e ficou presa ao passado, onde começou uma vida e teve uma família. Não contarei muitos detalhes para a leitura ficar mais interessante, porém o problema que afetou a viagem no tempo, foi feito por uma pessoa que tem uma ligação com Kate e sua família.

Ao longo dos capítulos descobrimos mais como funcionam as viagens no tempo, o motivo de serem feitas, como são as coisas no futuro e qual foi o problema que impediu Katherine de voltar ao seu tempo. Como está doente, o que ela deseja é que Kate aprenda a viajar no tempo, pois sabe que ela é capaz, já que enxerga a luz do amuleto. O objetivo é que Kate possa concertar algumas coisas para que sua existência não seja comprometida.

É um livro bem mais introdutório de como funciona a viagem no tempo, e achei extremamente importante saber esses detalhes, o que me deixou ainda mais curiosa. Devido a um problema que afeta a existência dos seus pais, e pode afetar a sua própria, Kate tem que viajar para a Exposição Universal de 1893, em Chicago, quando a Roda Gigante foi apresentada pela primeira vez. Esse ponto achei extremamente empolgante a leitura e foi incrível ver Kate tendo contato com o passado e aprendendo alguns fatos históricos, mas nem tudo foi tranquilo, pois acabou se deparando com H. H. Holmes que foi um famoso seria killer que tinha um hotel e dava fim ao corpo de suas vítimas.

Não pense que é tudo sobre viagem, também temos um romance no “presente” de Kate e os problemas que podem acontecer ao se modificar o tempo, mas o que me surpreendeu foi outro personagem que apareceu e que conhecia Kate de outra vida, outra linha do tempo. Fiquei muito curiosa e espero saber mais nos próximos livros. Não se espante com “melosidades” entre os personagens, pois pela idade deles, é bem normal.

Apesar dos capítulos dedicados a viagem em si terem sido curtos, como mencionei é um livro mais de introdução a trama, personagens, contexto e acredito que os próximos vão se aprofundar mais, mal posso esperar para ler, vale a pena conferir. Darei cinco cupcakes.

Ficha Técnica:

Skoob: Chronos: Viajantes do Tempo

Autora: Rysa Walker

Editora: DarkSide Books

Páginas: 320

Ano: 2017

Onde Comprar: Americanas, Submarino, Amazon, Saraiva.

Até a Próxima.

 

EveLlin

Olá, eu sou a Evellin, mas me chamam de Eve. Sou do interior de Pernambuco, mas atualmente moro em João Pessoa, pois estudo Relações Internacionais na UFPB. Adoro ler e também gosto bastante de assistir séries e filmes. Gostaria de conhecer outros países, mas também conhecer vários lugares do Brasil, pois sou fascinada por outras culturas, pontos turísticos e características específicas de cada nação, já fiz um intercâmbio para o Canadá e foi uma experiência incrível. :)

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2018 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales