Para Sempre Sua, resenha.

por há 5 anos e 409 leituras

Para Sempre Sua - NatyVejam capa, sinopse e resenha de Para Sempre Sua, terceiro livro da série Crossfire, de Sylvia Day, publicada pela Paralela, selo da Editora Companhia das Letras.

Sinopse:

Leia AQUI.

Para ler as resenha de Toda Sua, AQUI (por Shara) ; AQUI (por Cris)  e AQUI (por Naty) .

Resenhas de Profundamente Sua, segundo livro da série: AQUI (por Shara) , AQUI (por Cris) e AQUI (por Naty).

Resenha de Para Sempre Sua.

Resenha de Naty Farias, Editora e Colunista da área de Séries de TV.

Para Sempre Sua continua na mesma linha dos livros anteriores, a narrativa no ponto de vista de Eva.

Neste volume, conhecemos um lado sentimental de Gideon que não estávamos acostumados a ver. Depois de colocar um fim no pesadelo de Eva no livro passado, ele fica inseguro que a relação com ela não irá suportar o peso da sua ação.

Somos apresentados a novos personagens, como a jornalista que está querendo se vingar de Gideon (uma vez que ele não retribuiu seu amor no passado), com isso ela passa o tempo inteiro tentando descobrir algo que possa desmoralizar Gideon diante da sociedade. Podemos conhecer um pouco mais de Brett, o astro do Rock, e que dessa vez vai com tudo para tentar reconquistar Eva. Conhecemos também o pai de Corine e um pouco mais o seu marido.

Cary sempre foi e será a leveza da obra, pena que em Para sempre sua ele não aparece tanto, mas o pouco que aparece fez toda a diferença para o próximo livro, afinal a autora não desenvolveu nada dos conflitos que Cary está passando.

As cenas de sexo continuam de arrasar, um pouco mais pesadas, mas mesmo assim boas para quem gosta do estilo, e é nesse cenário de muito sexo que acontece uma cena muito, mas muito picante entre Eva e Gideon, dentro de um avião a caminho de uma ilha, só lendo o livro mesmo.

Como disse, Gideon está muito inseguro e pensa o tempo todo que irá perder Eva; ela, por sinal, está um pouco mais madura e consegue passar toda a segurança que ele necessitava no momento e, claro, acontece algo  envolvendo os dois que é uma fofura. Se antes eu gostava de Gideon, agora me apaixonei de vez (homem lindo e romântico).

O pai Eva descobre tudo a respeito de seu abuso e logo vai tirar satisfação com a mãe dela, e o que aconteceu nesse encontro muda o rumo de muita coisa na vida Eva.

Na verdade a autora tem mais tópicos para abordar nos próximos livros, como o futuro de Cary, a pessoa misteriosa que conseguiu despistar a polícia e tirou Gideon da cena do crime, os pais de Eva e claro o passado de Gideon, que neste livro não foi acrescentado mais nada, e espero sinceramente que ela consiga escrever estes dois livros de uma forma que possa nos prender do início ao fim, já que em “Para Sempre Sua” não foi assim. Gostou? Então amores, vamos ajudar a divulgar o nosso site? Clique em +1, curta, compartilhe e twitte! Ah! E não se esqueçam de comentar, seu comentário é muito importante para a NOSSA ALEGRIA. Obrigada Bjuxx.

Obrigada pela resenha, Naty!

Conheça mais sobre nossa Editora de Séries de TV, Naty Faria, em Equipe. E veja mais de suas postagens AQUI.

CrisGomes

Casada; paraibana; viciada em doces; tímida; louca por livros. Já vivi mil vidas através dos livros... ;)

Facebook Instagram Twitter Google+

Um comentário para “Para Sempre Sua, resenha.”

Shara

Ainda não li esse livro. Depois que soube que não seria mais uma trilogia eu desanimei muito.
Ainda assim vou dar continuidade a série.
Bjo

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2018 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales