Obsidian, resenha.

por há 4 anos e 236 leituras

Veja capa, sinopse e minha resenha de Obsidian, escrito pela Jennifer L. Armentrout.  E ainda não publicado no Brasil.

obsidian1

Obsidian é o primeiro livro da Saga Lux , para conferir os outros livros clique AQUI.

Sinopse:

“Quando nos mudamos a West Virginia, justo antes do ultimo ano da escola, acreditava que uma vida chata me esperava, na qual nem sequer teria internet para atualizar meu blog literário. Então conheci meu vizinho, Daemon. Alto, bonito, com uns olhos verdes impressionantes… e também insuportável, arrogante e malcriado. Mas isso não é tudo. Quando um desconhecido me atacou, Daemon congelou literalmente o tempo e me confesso que não é de nosso planeta. Sim, você leu bem. Meu vizinho é um alienígena sexy e insuportável. Resulta que, além disso, ele e sua irmã têm uma galáxia de inimigos que querem roubar seus poderes. E, se isso fosse pouco, agora minha vida corre perigo pelo simples fato de viver juntos deles.”

Resenha:

Fiquei curiosa sobre essa saga, logo após ela ser uma das sugestões premiadas de outubro, de primeira vi que era sobre aliens(-1), um romance entre um ET e uma humana(-2), depois de outras buscas em blogs espanhois encontrei uma comparação com Meu Namorado é um Zumbi(+10), baixei na hora os 5 livros lançados.

Bora então a resenha,rs.

Garota nova na vizinhança, escola nova, rapaz lindo de morrer que não se envolve com as garotas locais, olhares no corredor, sou só eu ou essa história parece familiar, só falta ele brilhar como purpurina,obs… ele brilha também, mas é diferente, ele é feito de luz em sua forma original.

“- Provavelmente você sonha comigo. – Seu olhar dirigiu-se para a minha boca. – Aposto que escreve meu nome dentro de um coração e também em todos os seus cadernos.
Eu ri:
– Em seus sonhos, Daemon. Você é a última pessoa em que penso.. – Daemon me beijou.”

Daemon é um dos luxens, um alien de luz, um dos mais fortes, tem o poder da cura, levitação de objetos, a supervelocidade e outras cositas mais que descobriram no virar das paginas.

Katy acaba de se mudar para Virginia, bem ao lado da casa de Daemon, cada encontro é repleto de faiscas, Daemon deixa claro que não a quer por perto, só que Dree, a irmã gemea de Daemon, não a abandona de maneira alguma.

E é assim, entre raios e trovões que aprendemos a gostar dos dois juntos, tem horas que quis chacoalhar a Katy e outras bater no Daemon, a autora trabalhou muito bem com as emoções nesse livro,tanto que elas escorrem e chegam ao leitor facilmente, ri, fiquei tensa, só não chorei… mas tem mais quatro livro né, então aguardem,rs.

Dree é uma personagem a parte, se eu fosse a autora faria uma saga só para ela, ela é a esperança, a alegria e a ponte entre os aliens e os humanos.

O livro mostra que não somos nada e nos achamos o centro de tudo.

Existe uma guerra entre os aliens bem baixo do nosso nariz e não vemos nada. Os Aruns se alimentam da energia dos luxens, algumas batalhas aconteceram ao longo da história e veremos asfalto, arvore e tudo mais voando.

É um livro maravilhoso, que mega indico e espero que logo seja traduzido e publicado aqui no Brasil. Sua opinião é importante , que tal ajudar curtir, twittar, clicar em +1, compartilhar. Bjks e até a próxima.

JuTorres

Estudante de Psicologia, paulista. Fascinada por série, filmes, livros e um bom rock...Colaboradora Oficial desde setembro/ 12. No Twitter pessoal @jupsique

Facebook Instagram Twitter

3 comentários para “Obsidian, resenha.”

Mônica Oliveira

AAAAAAAAAAAAAAAA você leu !!! É viciante a série Daemon é delicia demais…só não li Origin ainda para guardar para mais a frente HAHAHA mais quero eles no Brasil

Trackbacks/Pingbacks

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

(casa nova)