Não conte a ninguém Editora Paralela

por há 5 meses e 173 leituras

SINOPSE

Jessica Hart nunca se esqueceu de Matthew Landley, o primeiro e único grande amor de sua vida. Juntos, eles se entregaram a um romance proibido, capaz de curar as mais profundas feridas e, ao mesmo tempo, arruinar suas vidas por completo.
Dezessete anos depois, Matthew e Jessica se reencontram por acaso. Ele tem um novo nome, uma nova identidade e uma família que nada sabe sobre o seu passado sombrio. Ela, uma carreira de sucesso, um namorado lindo e uma vida aparentemente equilibrada. Apesar de completamente mudados, os dois não conseguirão mais ignorar os laços e o segredo que ainda os unem.
Prepare-se para questionar as suas próprias regras com esta história inquietante, provocativa e absolutamente viciante.

Não conte a ninguém de Rebecca Done é um lançamento da Ed. Paralela e estava ansiosa por essa leitura. Surpreendente, que esse livro é o primeira da autora, mesmo assim tem tantas camadas em sua trama que aparenta uma experiência de quem já tem inúmeras publicações.

Na trama, que é narrada em duas vozes — Matthew conta-nos sobre o passado e Jass desenrola o que acontece no momento presente (quase o livro todo nessa dinâmica alternada) — e a a cada página, você se vê envolto em muita reflexão.  Moral e Ética, basicamente (mas já falo sobre isso mais em frente…).

Paralela lacradora!

Jass aluna, Matthew professor. Ela com quinze anos e ele vinte cinco. Por circunstâncias corriqueiras, Jess apaixona-se pelo matemático e investe em conquistá-lo. Ele, por sua vez, acaba a notando e mais que isso… se envolvendo alucinadamente por ela.

Aqui começa o debate, tanto dos personagens quando de nós leitores sobre diferença de idade. Sim, ele é dez ano mais velho. Depois, sobre a questão professor X  aluno. Ah, e só para lembrar que onde a historia é narrada, é pedofilia se relacionar intimamente com menores de 16 anos (foi o que entendi) e essa realidade é beeem diferente aqui no Brasil (eu mesma namorei um cara com 21, quando tinha 15… enfim, Leis e perspectivas relativas).

Dessa forma, não me ative a diferença de idade, até porque realmente não levo isso muito em consideração. Contudo, não deixei de pensar sobre o assunto, visto que nossa sociedade é bastante machista… Me diga, a diferença de idade (quando um dos dois é menor de idade) pesa quanto para você?

E o que mais me pegou foi a questão ética dele (eu sou professora também) de ficar com a aluna e nisso quero saber sua opinião também? Eu, particularmente sou totalmente contra!

Para Jass tudo era certo e normal. Para Matthew ele era um cretino aproveitador… e para sociedade e polícia também, já que o romance acabou tremendamente mal. O cara passou anos na prisão. Vidas arruinadas, se reencontram dezessete anos depois e as coisas acabam ficando ainda mais complicadas, já que ele está casado e mudou de nome. Não bastasse, tem uma filha e não trabalha. Jass também tem Zak ( e aqui vou confessar que me apaixonei por ele rsrsrsrs, me matem!).

A todo momento pensei: “porra, Jass, vai acabar com a vida do cara OUTRA VEZ!”

a capa estrangeira

Simplesmente fiquei super ligada com a trama, devorando as páginas (400) que nunca chegavam ao fim. E aqui quero falar uma sucessão de palavrões porque o desfecho me deixou extremamente chateada. Porra, Rebecca, que merda! Cadê o final? Espero que tenha uma continuação (na verdade, acabo de mandar um e-mail para editora questionando) porque não sofri TANTO para não ver o FINAL FELIZ que imaginei. Eles se amavam, de verdade.

Agora, falando sério, eu curti muito o livro e recomendo geral para quem não fica bolada por finais não “finais”. Dou quatro estrelas e um coração.

Rebecca Done vive em Norwich, Inglaterra. Estudou escrita criativa na Universidade de Norwich de Arte & Design e trabalhou por muitos anos como editora de revistas. Não Conte a Ninguém é seu primeiro livro.

ISBN-13: 9788584390953
ISBN-10: 8584390952
Ano: 2017 / Páginas: 400
Idioma: português
Editora: Paralela

Prepare-se para questionar as suas próprias regras – pois com certeza você VAI – com esta história super inquietante (suuuper), provocativa e absolutamente viciante. Parabéns Rebecca Done e editora Paralela, muito boa aposta! Que venham mais obra da autora!

Ju Lund

Escritora, graduada em Artes Visuais e pós-graduanda na área,Téc. em turismo e hotelaria, gaúcha de Pelotas que adora assistir séries de tv. Viciada em Lititeratura. Fundadora do site (em 04/10) e Editora Chefe deste Portal. No Twitter @aJuLund

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2018 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales