A Luz Através da Janela, de Lucinda Riley. Resenha II.

por há 4 anos e 83 leituras

A Luz Através da JanelaConfiram capa, sinopse, book trailer e resenha de A Luz Através da Janela, de Lucinda Riley, publicado pela Editora Novo Conceito.

Sinopse:

Para ler a sinopse, clique AQUI. Aproveite e veja também a resenha feita JuTorres, AQUI. Ah, aproveite e leia a resenha de A Casa das Orquídeas, lindo livro da mesma autora, AQUI.

Resenha:

A Luz Através da Janela se passa em dois tempos: em 1998/1999, quando conhecemos Emilie de la Martinières, e em 1943/1944, quando conhecemos Constance Carruthers. Uma francesa e uma inglesa cujas vidas estão interligadas, apesar de não se conhecerem.

Emilie de la Martinières é um jovem insegura, que sempre viveu à sombra da mãe, uma grande dama da sociedade parisiense. O enredo começa com a morte de Valérie de la Martinières, mãe de Emilie, e as dúvidas, medos e inseguranças que tomam conta de Emilie. Para vocês terem uma idéia, Emilie chega a se questionar se lamenta a morte da mãe. Apesar de nunca ter maltratado Emilie, Valérie a ignorou completamente durante a maior parte de sua vida, e isso fez com que Emilie se tornasse uma pessoa imatura e insegura.

Após a morte de Valérie, Emilie tem que lidar com as questões legais (sua mãe deixou muitas dívidas antes de morrer) e com os bens da família: uma casa em Paris, um chateau no interior da França, além das obras de arte e uma incrível e valiosíssima coleção de livros, que eram o grande amor de Édouard, pai de Emilie.

Perdida, sem saber o que fazer e com a responsabilidade de ser a última descendente dos “de la Martinières”, Emilie é só indecisão. E é neste estado de espírito, confusa e sozinha, que Emilie conhece Sebastian, um jovem inglês que a aborda numa café e diz que sua avó, Constance, era amiga de Édouard – pai de Emilie. A princípio desconfiada, logo ela se deixa levar pelo charme de Sebastian, o convida para conhecer o Chateou e – mais rápido ainda – eles se envolvem. Menos de 1 ano depois de conhecer Sebastian, Emilie aceita seu pedido de casamento e eles partem para viver um tempo na Inglaterra, na mansão que era da avó de Sebastian, Constance. E lá, Emilie vai descobrir que o homem gentil e atencioso com quem se casou não é realmente o que parece ser.

Constance Carruthers – avó de Sebastian – era uma jovem inglesa que durante a Segunda Guerra Mundial teve sua vida completamente alterada quando conheceu Èdouard (pai de Emilie) e Sophia (irmã de Édouard).

Quem conta à Emilie sobre Constance, Édouard, Sophia e o período da Guerra é Jacques, administrador do Chateau e abraço direito de Édouard. Apesar de estar bem velhinho, Jacques é chave para Emilie descobrir o que aconteceu no passado e ajudá-la a construir seu futuro.

A narrativa altera entre o período da Segunda Guerra (no qual vemos as atrocidades cometidas pelos Nazistas e a luta da Resistência Francesa contra toda aquela barbárie; um ambiente onde a violência e a luta pela sobrevivência predominam) e o tempo atual, onde Emilie precisa buscar força e coragem para mudar seu futuro.

O livro é envolvente e, apesar das mais de 500 páginas, sua leitura fluiu rapidamente. Se você tem interesse por esse período da nossa história e gosta de romance, com certeza vai adorar ler A Luz Através da Janela. Ei, você já chegou até aqui, não vai sair sem dar um oi, né? Comente; vou adorar sabe o que você achou! Gostou? Clique em +1, twite, curta e compartilhe. Xero!

CrisGomes

Casada; paraibana; viciada em doces; tímida; louca por livros. Já vivi mil vidas através dos livros... ;)

Facebook Instagram Twitter Google+

Trackbacks/Pingbacks

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales