A Culpa é das estrelas, resenha II.

por há 4 anos e 188 leituras

Leiam minha resenha do livro A culpa é das estrelas livro escrito por John Green. O livro é publicado pela editora Intrínseca!

a culpa é das estrelas (1)

Sinopse:

“A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer – a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.”

Resenha do livro A culpa é das estrelas:

Hazel Grace é uma adolescente de 16 anos com câncer. Ela descobriu que tem câncer aos 13 anos. Sua expectativa de vida melhorou graças a uma droga chamada Falanxifor que diminuiu seus tumores. A droga apenas irá prolongar sua vida, mas não salvá-la.

Hazel faz parte de um grupo de apoio em uma igreja. Lá conhece Augustus Waters. Augustus (Gus) tem 17 anos e perdeu a perna para essa doença, ele teve Osteossarcoma. Está sem o câncer há 1 ano e meio quando conhece Hazel. Hazel Grace como August prefere chamá-la.

Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma quantidade infinita de números entre 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente, existe um conjunto ainda maior entre o 0 e o 2 ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que outros…

Há dias, muitos deles, em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Eu queria mais números do que provavelmente vou ter.

                                                                                                                      Hazel Grace

A culpa é das estrelas foi o primeiro livro que li de John Green e espero que não seja o último.

Li esse livro rapidamente e de forma geral não me decepcionou. Não vou dissecar o livro por que a partes que me envolveram, como a luta deles contra a doença. E partes que não me disseram muito para não disser que não disseram nada #confuso.

Não dá para escolher se você vai ou não se ferir neste mundo, meu velho, mas é possível escolher quem vai feri-lo. Eu aceito as minhas escolhas.

Espero que a Hazel aceite as dela.
                                                                    Augustus Waters

Os diálogos são estimulantes, nada de conversinha boba ao pé do ouvido. Eles se desafiam e se entendem de uma forma que nos estimula no decorrer da história. Nos mostrando que todos estamos morrendo. A narradora da história é Hazel, e sendo o livro em 1 pessoa nos possibilita sentir tudo com intensidade.

Hazel e Augustus entendem a situação que vivem e tentam tirar o melhor disso. A culpa é das estrelas me emocionou, ri e chorei. Mesmo podendo parecer que não o livro tem suas mensagens. A aceitação e se viver o melhor que puder no tempo que se tem, nossa, acredito que faz toda a diferença.

Esse livro me emocionou na mesma proporção que Cante Para eu Dormir. Chorei e torci por um milagre, mas o câncer não é bonito é uma doença corrosiva. Tentar entrar na pele dos protagonistas em certos momentos foi uma luta.

Não poderia deixar de mencionar a relação de Hazel com os pais. Por ser mãe me emocionei bastante com a relação pais x filha. Não queria e nem podia me imaginar no lugar deles. Mesmo o livro sendo uma ficção vale lembrar que essa realidade é vivida por milhões de crianças, adolescentes e pais diariamente.

Essa resenha nem chegou aos pés do que eu realmente queria escrever, mas sou daquelas que quando gosto muito não consigo passar para o papel. Talvez não consiga compartilhar a gama de emoções que esse livro me causou.

*Recomendo 5 estrelas*

a culpa é das estrelas

Psiu! Oi, é você mesma (o), aonde vai? Não vai embora sem deixar seu comentário para mim vai? Comentem, seu comentário me faz feliz! Vamos curtir, twittar e clicar no botão +1 isso é muito importante e nos deixam duplamente felizes! Bjos.

 

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales