Lançamentos de abril, Editora Globo

por há 1 mês e 137 leituras

Eita que nós estamos super atrasadas mas, ainda assim, vem dar uma espiada no que a Editora Globo lançou em abril.  ;)

Johnny vai à guerra, de Dalton Trumbo:

Sinopse: “Que absurdos levam uma civilização à guerra? Essa talvez seja a questão mais provocativa que perpassa Johnny vai à guerra, clássico cult do norte-americano Dalton Trumbo sobre os destroços da Primeira Guerra Mundial. A mais provocativa, mas não a única neste livro que se transformou numa bandeira contra a luta armada e a violência assim que foi lançado, em 1939. Narrado por Joe, um sobrevivente de guerra gravemente mutilado, o livro é uma correnteza de pensamentos ora desesperados ora contemplativos que acometemesse homem imóvel num leito de hospital. Ainda que seus sentidos estejam comprometidos, o que o deixa incapaz de se comunicar, Joe está consciente. Sem saber em que país está ou se sua identidade foi reconhecida ou não, ele transborda os limites do corpo para chegar a um fluxo de consciência que transita entre as memórias e o medo de um futuro sem perspectiva. A brutalidade perturbadora do depoimento, ao relembrar as experiências bélicas, é pontuada pelo instigante desenvolvimento de habilidades mentais e sensoriais pelo qual Joe se obriga a passar para tentar se comunicar e distinguir realidade de imaginação. ”

Tintos e tantos, de Stephanie Danler

Sinopse: “Aos vinte e poucos anos, Tess, como muitas outras garotas antes dela, resolve deixar sua cidadezinha no meio do nada para tentar a vida em Nova York. Sem grana, sem amigos e vivendo em um quartinho alugado, ela arruma um emprego como garçonete em um badalado restaurante de Manhattan apenas como uma forma de pagar as contas e conhecer gente. O que ela não espera é que essa se torne sua porta de entrada para um novo mundo, regado a pratos requintados, drinques incríveis, festas badaladas, amigos, amores e diversão em níveis estratosféricos. Tintos e tantos acompanha um ano na vida de Tess, doze meses que irão mudá-la para sempre e que com muito bom humor e altas doses de luxúria irão mostrar como transformar uma menininha do interior em uma diva nova-iorquina. Inspirado nas experiências da própria autora durante seu primeiro ano em Manhattan, Tintos e tantos conquistou o público e a crítica ao redor do mundo e por semanas figurou na lista de best-sellers do New York Times.”

Adeus, Tóquio

Sinopse: “Sophia tem apenas uma semana em Tóquio antes de voltar a morar nos Estados Unidos. Sete dias para dizer adeus à cidade que a acolheu e que lhe deu seus únicos amigos: Mika, uma menina completamente louca e inquieta, e David, por quem ela
mantém uma semissecreta atração.
Para tornar a situação ainda mais difícil, Jamie Foster-Collins, um garoto com quem Sophia teve um grande mal entendido no passado, está de volta ao Japão, atrapalhando todos os seus planos para os últimos dias antes da despedida.
Entre caraoquês, comidas exóticas e cabelos coloridos, Sophia inicia a
contagem regressiva do tempo que ainda resta para resolver todas as questões emocionais que a mantém ligada a essa cidade viva, elétrica e tão apaixonante”.

O Amigo do Rei

Sinopse: “Gago, introspectivo e tímido, o jovem Príncipe Albert desde sempre parecia carta fora do baralho na sucessão do trono inglês, eclipsado pela carismática figura do irmão mais velho, o sedutor Príncipe Edward. Quis o destino, porém, que coubesse ao hesitante e improvável Albert entrar para a história como o Rei George VI, pai da Rainha Elizabeth II, monarca respeitado e sólido líder moral.
Este livro, escrito pelo jornalista Geordie Greig, traz uma visão reveladora do mundo da realeza e destaca episódios cruciais dos anos de formação de Albert. Baseado em diários, cartas inéditas, entrevistas com dezenas de fontes palacianas e até em conversa pessoal com a Rainha Mãe, é a narrativa da amizade do príncipe com seu tutor, médico, e confidente Louis Greig – o homem que incutiu confiança, prazer de viver e capacidade de superação na personalidade do futuro rei George VI, inclusive encorajando, no papel de incansável cupido, o romance com Elizabeth Bowles-Lyon, a futura Rainha Mãe.
Louis Greig, estrela internacional do rugby, herói de guerra, competente médico naval. Com essas credenciais, ingressou no círculo fechado da realeza britânica para, involuntariamente, exercer um papel que determinaria o destino da casa real mais poderosa do Ocidente. Autoconfiante, enérgico e entusiasmado, em um governante capaz de estreitar, como Rei George VI, os laços da monarquia com o povo num momento de grande perigo e de conduzir a nação durante a Segunda Guerra Mundial. ”

Aventuras de Hans Standen – nova edição

Sinopse: “O moço Staden tinha o temperamento aventureiro; não se contentava com o sossego da cidade natal. Queria ver o mundo, viajar, cortar os mares, e insistia nisso por mais que seu pai lhe dissesse que boa romaria faz quem em casa fica em paz.” Assim começa a aventura de Hans Staden, jovem alemão que desembarcou no Brasil pela primeira vez em 1548 e, em sua segunda viagem, foi capturado por índios canibais.
Após naufragar na costa brasileira, o aventureiro encontra refúgio e vai trabalhar para a coroa portuguesa no Forte de Bertioga. Ao sair para procurar um escravo, é capturado pelos temidos índios tupinambás, conhecidos por serem antropófagos, isto é, comedores de carne humana! Hans Staden é confundido com um português, povo odiado pela tribo, e agora terá que usar toda sua esperteza para escapar desses apuros.
Lobato reconta a história, dessa vez com os personagens do Sítio do Picapau Amarelo como ouvintes. Enquanto a avó narra as aventuras do jovem alemão, Pedrinho, Narizinho e Emília não deixam passar nenhuma dúvida, e Dona Benta faz questão de explicar cada detalhe dessa grande saga. Temas como história e antropologia, a colonização do Brasil, a cultura indígena, costumes, cerimônias e rituais dos índios são apresentados aos leitores”

Três Coroas Negras

Sinopse: “Três herdeiras da coroa, cada uma com um poder mágico especial. Mirabella é uma elemental, capaz de produzir chamas e tempestades com um estalar de dedos. Katharine é uma envenenadora, com o poder de manipular os venenos mais mortais. E Arsinoe é uma naturalista, que tem a capacidade de fazer florescer a rosa mais vermelha e também controlar o mais feroz dos leões.
Mas para coroar-se rainha, não basta ter nascido na família real. Cada irmã deve lutar por esse posto, no que não é apenas um jogo de ganhar ou perder: é uma batalha de vida ou morte. Na noite em que completam dezesseis anos, a batalha começa. ”

David Bowie: uma vida em canções

Sinopse: “Até a sua morte em 10 de janeiro de 2016, David Bowie criou obras de arte que não só romperam todas as fronteiras como ajudaram os fãs a ver o mundo a partir de novas perspectivas. Ele utilizou suas armas musicais e visuais sempre em evolução para construir uma comunidade única ao redor do globo. Bowie passou cinquenta anos procurando maneiras originais de surpreender e desafiar o nosso senso do que era possível na arte, na música e na vida. E é por isso que tantas pessoas diferentes se reconhecem em suas canções. Ser um fã de Bowie é uma aventura como nenhuma outra.
Quando a notícia de sua morte foi divulgada, o mundo entrou em luto. Só então foi revelado que o artista que criou Ziggy Stardust e Aladdin Sane estava lutando em segredo contra o câncer. Bowie lançou sua obra-prima final, Blackstar, em seu aniversário de 69 anos — dois dias antes de falecer. Ele foi um artista que jamais temeu a mudança e nunca parou de experimentar — até o fim, enfrentando a sua mortalidade e transformando a morte em uma obra de arte. Nenhuma estrela do rock construiu uma ligação tão duradoura e poderosa com seu público. E, como mostra este livro, o amor entre Bowie e seus fãs era mútuo.
Em David Bowie: uma vida em canções, o jornalista da Rolling Stone e fã de Bowie por toda a vida, Rob Sheffield, escreve uma carta de amor ao artista que tocou tantas vidas. Sheffield explora os momentos cruciais da carreira de Bowie, desde sua descoberta do glam-rock até Blackstar. O autor utiliza seu grande conhecimento eclético no campo musical para revisitar todas as fases e todos os momentos marcantes da vida de Bowie por meio de suas turnês, seus álbuns e suas canções. Neste completo retrospecto da carreira do ídolo dedicado tanto aos fãs de longa data quanto àqueles que acabaram de se apaixonar pelo maior astro de todas as galáxias, ele deixa claro por que David Bowie permanecerá, para sempre, inesquecível. ”

História da Menina Perdida

Sinopse: “No quarto e último volume da série napolitana, a aclamada autora Elena Ferrante finaliza a história de vida de Lenu e Lina e de todos os personagens do bairro de Nápoles. Os personagens caminham agora da maturidade à velhice. A amizade entre Lenu e Lina, que foi a força que as fez evoluir apesar da violência do bairro, é também a responsável por toda a dor que rodeou as personagens durante toda a saga, e, continua aqui, a atingir o seu ápice. História da menina perdida é o final que o leitor esperava, com a dureza e a força que aprendemos a identificar nas personagens de Ferrante, sem rodeios. ”

A ilha – Nova edição

Sinopse: “De volta às livrarias com nova tradução e novo projeto gráfico, A ilha foi o último romance escrito por Aldous Huxley, publicado originalmente no início dos anos 1960. Na obra, o escritor volta a falar de uma sociedade idealizada, como em Admirável mundo novo, escrito três décadas antes, mas sob uma óptica diferente. Em vez de situar seus personagens em um futuro sombrio, dominado pelo consumo e por sofisticados mecanismos de controle social, o autor elegeu uma ilha fictícia como palco de uma civilização que persegue serenamente a felicidade. Lá a utopia da existência plena é possível, e esse é o grande tema da discussão proposta na obra por Huxley.

Ao sofrer um naufrágio, o jornalista e dublê de negociante Will Farnaby vai parar acidentalmente na costa da ilha Pala. Lá, ele encontra uma civilização em que as utopias políticas dão lugar à prática do que a humanidade tem de mais valoroso. À medida que se familiariza com o estilo de vida na ilha, Will descobre que os alicerces daquele povo foram lançados duas gerações atrás pelo Velho Rajá, grande autoridade espiritual, e pelo médico e cientista escocês Andrew MacPhail para conciliar o melhor das culturas oriental e ocidental. Budismo e ciência encontram ali um equilíbrio sábio.

Um livreto filosófico chamado Notas sobre o que é o quê e sobre o que seria razoável fazer a respeito disso, escrito pelo Velho Rajá, é uma espécie de guia para os habitantes de Pala. A população da ilha renega o consumismo e o progresso tecnológico sem propósito. Hipnose, meditação, técnicas de ioga sexual e uma droga que permite mergulhar na autoconsciência—o moksha—fazem parte da vida cotidiana e aproximam as pessoas da realização de suas potencialidades.”

Fábulas – nova edição

Sinopse: “Globinho lança nova edição de Fábulas, de Monteiro Lobato, com novo projeto gráfico e texto de apresentação do escritor Ilan Brenman. Na obra, o autor apresenta histórias inspiradas nas fábulas de Esopo e La Fontaine que trazem lições ancestrais de inteligência, gratidão, identidade e autoconhecimento. Com uma narrativa adaptada à cultura nacional, Lobato traz para as crianças das novas gerações enredos bem-humorados e com reflexões que estimulam o autoconhecimento.
Dona Benta, com um livro no colo, reúne os netos e se prepara para mais uma tarde de aventuras. Desta vez, ela vai contar sobre mundos nos quais raposas, carneiros, rãs e formigas
falam e transmitem aos homens os mais variados ensinamentos. Pedrinho, Narizinho e Emília discordam muitas vezes dos conteúdos das fábulas. Ao exercer, dessa maneira, seu poder de crítica, indicam que o leitor pode ele mesmo ser ativo na construção da narrativa.
Originalmente publicado como Fábulas de Narizinho, o livro logo foi ampliado, devido ao enorme sucesso na época. Fábulas ainda hoje é um dos maiores sucessos de seu autor e prova que boas histórias não envelhecem e ainda rendem muitas horas de diversão”

E aí, conta para gente o que você achou dos lançamentos da nossa editora parceira.  ;)

Xero grande e até a próxima.

Cris Gomes

CrisGomes

Casada; paraibana; viciada em doces; tímida; louca por livros. Já vivi mil vidas através dos livros... ;)

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

(casa nova)