[CAPA] A Chave de Bronze de Holly Black e Cassandra Clare

por há 1 ano e 291 leituras

Eu sou louca por essa série, adoro os livros da Holly e sou apaixonada pela Cassandra Clare <3

A Chave de Bronze é o terceiro livro da série Magisterium, que teve o primeiro livro publicado pela Editora Novo Conceito e o segundo ( e agora o terceiro) pela Editora Galera Record, pelo selo Galera.

Cute só esse trechinho do livro[Fonte: Magisterium]:

A maioria dos seres humanos nunca verão verdadeiramente a alma”, ela prosseguiu. “Trabalhamos como cegos, na escuridão. Mas você pode ver. Call e Aaron, enfrentando um ao outro.

Call se virou para Aaron. Ele percebeu com alguma surpresa que eles estavam quase da mesma altura; ele sempre tinha sido um pouco mais curto do que o seu amigo. Ele deveria ter crescido três ou cinco centímetros.

Olhe para a outra pessoa”, disse Alma. “Concentre-se no que torna eles, eles mesmos. Imagine que você pode ver através da pele e osso, sangue e músculos. Você não está procurando o coração deles – Você está procurando por algo mais do que isso.

Sua voz tinha uma cadência que acalmava. Call olhou para frente da camisa de Aaron. Ele se perguntou o que ele deveria estar vendo. Havia uma mancha escura na camisa onde Aaron tinha derramado chá no refeitório.

Ele levantou seu olhar para os olhos de Aaron e encontrou Aaron olhando para ele. Ambos sorriram, sem conseguirem evitar. Call olhou mais intensamente. O que fazia Aaron ser Aaron? Que ele era amigável; que ele sempre tinha um sorriso para todos; que ele era popular; que ele fazia piadas ruins; que seu cabelo nunca estava pra cima como o de Call? Ou eram as coisas mais obscuras que sabia sobre Aaron – o Aaron, que tinha explosões de raivas, que sabia como fazer ligação direta em um carro, que tinha odiado quando ele acabou sendo o Makar porque não queria morrer como Verity Torres?

Chamada sentiu sua visão mudar. Ele ainda estava olhando para Aaron, mas ele também estava olhando através dele. Havia uma luz dentro de Aaron, uma luz de uma cor que Call nunca tinha visto antes. Ele não podia descrever a nova cor. Estava mudando e se movendo, como um brilho fundido na parede, a luz refletida de uma lâmpada que estava sendo transportada.

Call fez um barulho e saltou para trás com surpresa. A luz e a cor desapareceram, e ele descobriu que estava apenas olhando para Aaron, que estava olhando de volta para ele com olhos verdes arregalados.

Essa cor”, Aaron disse.

Foi o que eu vi também!”, Call exclamou. Eles sorriram um para o outro de forma imprudente, como dois alpinistas que tinha acabado de fazer chegar ao topo de uma montanha.

Muito bom”, disse Alma, soando satisfeita. “Vocês dois acabaram de ver almas um do outro.

“Isso parece estranho”, disse Call. “Eu não acho que devemos mencionar isso pra ninguém.

E aí conhece a coleção?

Você já pode adquirir ele na pré venda da Amazon!

Beijinhos da Paty 😘

Paty

Pode me chamar de Paty, sou uma libriana sentimental e cabeça dura que gosta de escrever, Gosto de vampiros e anjos e tudo aquilo que me tira da realidade, livreira por vocação. Insegura e corajosa, nervosa e determinada, são as contradições que fazem de mim quem eu sou.

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales