Review Milagres do Paraíso comentário II.

por há 4 meses e 149 leituras

Sinopse:

“Christy (Jennifer Garner) e Kevin Beam (Martin Henderson) são pais de três garotas: Abbie (Brighton Sharbino), Annabel (Kylie Rogers) e Adelynn (Courtney Fansler). Eles vivem em uma confortável casa, junto com cinco cachorros, e acabam de abrir uma clínica veterinária, o que fez com que tivessem que apertar os cintos e hipotecar a casa. Cristãos convictos, os Beam vão à igreja com frequência. Um dia, Annabel começa a sentir fortes dores na região do abdomem. Após muitos exames, é constatado que a garota possui um grave problema digestivo. Tal situação faz com que Christy busque a todo custo algum meio de salvar a vida da filha, ao mesmo tempo em que se afasta cada vez mais de sua crença em Deus”

 

Título:Miracles from Heaven
Gênero:Drama
Duração: 109 min.
Origem: Estados Unidos
Direção:Patricia Riggen
Roteiro:Randy Brown
Distribuidor: Sony Pictures

 

Começando o ano de 2017 com filme que gostei demais, mas não tive a oportunidade de vê-lo nas telonas. Felizmente o mesmo é emocionante. Milagres no Paraíso é baseado em fatos reais, narrados do livro Miracles from Heaven: A Little Girl, Her Journey to Heaven, and Her Amazing Story of Healing, de Christy Wilson Beam.

O longa conta a história da família Beam, composta por  Christy e Kevin e as filhas Abbie, Annabel e a caçula Adelynn. Tudo era normal até que um dia, Annabel no meio da noite sentiu dores fortes na barriga e vômitos constantes.

Ao chegar ao hospital constataram que era intolerância a lactose, mas não melhorava. O médico do hospital não descobria realmente o que ela tinha. Ao se deparar com tanta dor a mãe disse: ” não saio daqui até descobrir o que ela tem”.

Ela então passa por uma intervenção cirúrgica na  tentativa de ajudá-la, mas sem esperança de cura para Annabel, que passou a ter uma vida privada da alimentação e as brincadeiras de criança, além de dores intermináveis.

O drama é um pouco clichê por se tratar de doenças incuráveis. O sofrimento da doente e dos familiares que acompanham o tratamento é triste e doloroso.

Eu gostei muito de como tudo foi apresentado, pois se trata de um filme de fé e esperança de que tudo ficaria bem. Há momentos de dor da mãe em ver sua filha sofrendo, e da filha por estar cansada de tudo que estava passando, mas também há alegria em ver a família mais unida nos momentos mais difíceis.

Ao longo da historia vemos pequenos milagres acontecendo através de outras pessoas. Alguns poderiam dizer que é apenas sorte ou coincidência. Mas esses milagres acontecem todos os dias sem ao menos percebermos.

Trailer:

 

A atuação de Jennifer Garner como mãe aflita foi ótima, amo seu trabalho, assim como a da pequena Kylie Rogers, que se saiu muito bem. Não irei contar mais e estragar a supresa. Eu recomendo o filme uma linda história baseada em fatos reais que vale a pena conferir.

Bitokas

Glaucia

Casada e mãe, Auxiliar administrativo, viciada em filmes de aventura, ação e principalmente de terror. Ama um bom Rock e é fascinada por Games. Colaboradora Oficial de janeiro/12 à dezembro/15. Colunista Ocasional desde janeiro/16. No twitter @glaucilenehorus

Facebook Twitter
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

(casa nova)