Review de Velozes e Furiosos 8

por há 7 meses e 244 leituras

Sinopse:

“Dom (Vin Diesel) e Letty (Michelle Rodriguez) estão curtindo a lua de mel em Havana, mas a súbita aparição de Cipher (Charlize Theron) atrapalha os planos do casal. Ela logo arma um plano para chantagear Dom, de forma que ele traia seus amigos e passe a ajudá-la a obter ogivas nucleares. Tal situação faz com que Letty reúna seus amigos e enfrente Cipher e, consequentemente, Dom.”

Ficha técnica:
Data de estreia: Abril de 2017
Direção: F. Gary Gray
Atores principais: Vin Diesel, Michelle Rodriguez, Charlize Theron, Dwayne Johnson, Tyrese Gibson, Jason Statham 
Gênero: Ação
Sou fã da franquia e me emociono cada vez que me lembro da despedida em Velozes e Furiosos 7. Mas mesmo que você não a acompanhe é possível entender a trama. 

Dom está em Havana curtindo a lua-de-mel com Letty quando é abordado pela vilã Cipher. Ele sai estarrecido pelo teor da chantagem e simplesmente abandona a esposa e os amigos. Logo descobre que Cipher quer a poderosa arma que ajudaram o governo a recuperar, além de outras duas abordagens que terá que fazer para enfim ver-se livre da ameaça.

O filme é muito bem feito. Ótimas cenas de ação, perseguições, explosões e lutas corpo a corpo. Vin Disel continua incrível e sua turma incomparável. E o melhor é que, entre uma injeção de adrenalina e outra, há espaço para o humor.

As cenas iniciais em Cuba, já começam com uma corrida entre carros. E que carros! Inclusive o diretor escolheu o local pela preferência que os cubanos têm aos carros antigos americanos. Carros que nos EUA estão em museus, em Cuba fazem parte do dia a dia das ruas. A curiosidade fica por conta de que é a primeira superprodução de Hollywood rodada em Cuba em mais de 50 anos. O que acabou por provocar bloqueio nas ruas e engarrafamento.

Além de Cuba o cenário viaja por outros lugares como Alemanha, Nova Iorque, Rússia, Islândia. Sempre falando na família que se tornaram, e muitas piadas sobre o físico de Hobbs (Dwayne Johnson), as falas engraçadas de Roman (Tyrese Gibson) e a cara fechada do inglês Deckard (Jason Statham).

As cenas todas estão perfeitas e, na Islândia, a produção teve vários problemas em relação à espessura do gelo. Afinal, com exceção do submarino, tudo ali é real. E a plateia do Cineflix Pelotas ficou impressionada com o visual, já lotando as sessões desde a pré-estreia.

O roteirista Chris Morgan, aliado ao diretor F. Gary Gray, decidiram deixar os efeitos especiais meio que de lado e usaram carros reais. As cenas, pelas ruas de Nova Iorque, são fantásticas. É também uma homenagem a Paul Walker. Ele tinha o desejo de ver mais corridas nas ruas sem efeitos especiais, o que acabou sendo a primeira vez de Velozes em Nova Iorque.

Não posso deixar de citar que há duas atrizes premiadas com o Oscar: Charlize Theron e Helen Mirren. Você, que talvez torcesse o nariz para a franquia, não esperava por essa.

Tudo, em Velozes e Furiosos 8, é exagerado, mas divertido demais. Charlize está muito bem como a vilã e promete um retorno. Os atores têm uma sintonia incrível. E o filme realmente vale a pena.

Nota: 10

Beijocas
Eu adorei, perceberam? Caso discordem de mim deixem seus comentários, mas voltem sempre!
Graça Siqueira

Olá pessoal, eu sou a Graça. Jornalista, gaúcha de Pelotas (RS), 61 anos, esposa, mãe e avó. Desde pequenininha amo o cinema. Também adoro livros, música e escrever. Sou bastante emotiva. Tenho muitos ídolos em todas as áreas. Sou simples, alegre e otimista.

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales