Review de Thor: Ragnarok

por há 3 semanas e 80 leituras

Sinopse:

“Thor (Chris Hemsworth) está preso do outro lado do universo. Ele precisa correr contra o tempo para voltar à Asgard e parar Ragnarok, a destruição de seu mundo, que está nas mãos da poderosa e implacável vilã Hela (Cate Blanchett).”

Ficha técnica:

Data de estreia: Outubro de 2017

Direção: Taika Waititi

Atores principais: Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Cate Blanchett, Tom Hiddestlon

Gênero: Ação, super-heróis

Quanto menos você souber sobre o filme, maior será sua satisfação. Se já assistiu a outros filmes de super-heróis da Marvel e gostou esse, com certeza, você aprovará.

Ragnarok é puro entretenimento. É divertido, com um CGI acima da expectativa, com personagens adoráveis e atores dando seu máximo. Uma trilha sonora impecável e um roteiro competente.

A trama já é conhecida pelos diversos trailers disponíveis. E mesmo acreditando que eles “entregam” muito, o filme vale a pena ser assistido. Tudo graças ao toque do diretor neozelandês, Taika Waititi.

Taika colocou o humor que faltava em Thor. Ele não é mais tão sério e chato. E todo o filme tem lances que levaram a plateia do Cineflix a contagiar-se pela diversão e sair do cinema ainda sob essa atmosfera.

O diretor ainda participa no filme dublando o homem feito de pedra, Korg. O que o torna mais engraçado ainda, por sua voz pequena em relação ao corpo.

Todos os atores principais e coadjuvantes estão impecáveis. Mesmo sendo  participações na medida certa, como Doutor Estranho, Skurge, Heimdall, Valkirye, Odin, Loki e Grão Mestre.

Que, não sei se já sabem, três deles são membros dos Defensores Secretos: Valquíria (Tessa Thompson), Hulk (Mark Ruffalo) e Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch).

Chris, Cate e Ruffalo estão perfeitos. Aliás, Hulk é um show à parte. E Cate, irreconhecível, faz uma performance de Hela fantástica.

O produtor Kevin Feige já revelou que o filme tem importância para a criação de Vingadores 3: Guerra Infinita (2018).

Por tudo isso, e pelo que não revelei, vale muito a pena ir ao cinema e assistir Thor: Ragnarok em 3D, que está ótimo e não escuro. E para os fãs da Marvel, existem duas cenas extras e a promessa de que Thor voltará. Espero que ainda sob a direção de Taika.

Confira a programação AQUI.

Nota: 10

Beijocas

Eu não sei se ficaram convencidos, mas eu adorei o filme!

Graça Siqueira

Olá pessoal, eu sou a Graça. Jornalista, gaúcha de Pelotas (RS), 61 anos, esposa, mãe e avó. Desde pequenininha amo o cinema. Também adoro livros, música e escrever. Sou bastante emotiva. Tenho muitos ídolos em todas as áreas. Sou simples, alegre e otimista.

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales