Review de Jackie

por há 5 meses e 268 leituras

Sinopse: “Jacqueline Kennedy (Natalie Portman), inesperadamente viúva, lida com o trauma nos quatro dias posteriores ao assassinato de seu marido, o então presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy.”

Oi, povo! Esta semana resolvi apostar nos filmes mais dramáticos. E o gênero biográfico sempre me atrai. E a história de Jacqueline Kennedy atiça a curiosidade, apesar de bem conhecida do público. Mas, a gente sempre acha que pode ter algo revelado, algo que não foi dito antes. E foi isso que me motivou a assistir Jackie.

Vou começar falando da atuação da Natalie Portman. O que é essa mulher interpretando a famosa primeira-dama dos Estados Unidos? Sem palavras. P-E-R-F-E-I-T-A. Há momentos que você não consegue distinguir se é a cena do filme, ou cenas do arquivo de Jackie, tamanha é a força que a atriz colocou ao interpretá-la. Portman tomou para si cada angústia e dor da sra. Kennedy nos momentos de luto. Interpretação digna de oscar (pena não ter levado a estatueta).

Agora falarei do filme no conjunto. O filme pula no tempo, alternando a sequência de fatos após o assassinato com uma entrevista dada por Jackie uma semana após o crime e conversas com um padre. Como já disse lá em cima, gosto demais de filmes biográficos, e sei que muitas vezes  o longa pode parece cansativo e chato. Porém, Jackie abusou da apatia com os seus textos lentos e longos. Está certo que o filme seria para retratar os primeiros dias de Jacqueline Bouvier Kennedy após a morte trágica do seu marido, JFK, mas fazer o longa se arrastar com diálogos monótonos é dar tiro no pé.

O filme se salva pela história e pelo genial trabalho da atriz Natalie Portman, que realmente é impressionante. Mas do restante é assistir com uma boa xícara de café para permanecer acordado.

Dá uma olhadinha no trailer:

Data de lançamento: 2 de fevereiro de 2017 (1h 40min)
Direção: Pablo Larraín
Elenco: Natalie Portman, Peter Sarsgaard, Greta Gerwig
Gêneros Biografia, Drama
E você, gosta de filmes biográficos? Sobre a vida de quem gostaria de fizerem um filme?
Beijocas no coração
Mari Felix
Mari Felix

Jornalista, carioca, casada, mãe de dois filhos, admiradora de filmes, séries, livros e exposições. É uma romântica incorrigível, que chora até com filmes de comédia. Colunista na área de Filmes desde Fev/2015. No twitter pessoal . No Instagram pessoal .

Facebook Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales