Review de Feito Na América

por há 2 meses e 91 leituras

Sinopse:

“Durante a década de 1980, Barry Seal (Tom Cruise), um piloto oportunista da Trans World Airlines, é inesperadamente recrutado pela CIA para realizar uma das maiores operações secretas da história dos Estados Unidos.”

Ficha técnica:

Data de estreia: Setembro de 2017

Direção: Doug Liman

Atores principais: Tom Cruise, Sara Wrigt, Domhnall Gleeson, E.Roger Mitchell

Gênero: Ação

Ok eu gosto muito de Tom Cruise e da maioria de seus filmes. Optei em ir ao Cineflix Pelotas, pois confesso que assisto a todos. Sempre com uma grande expectativa. E dessa vez não foi diferente. Com 55 anos e mais de 35 de carreira, o ator é sempre o politicamente correto. Mas não esperem isso em Feito na América. Aqui ele está mais para ingênuo e louco por dinheiro do que para herói.

Baseado em fatos reais, na década de 70, Barry é piloto de avião e tem muitas horas de voo. Até que chama a atenção da CIA e é fisgado pelo oferecimento de alta soma de dólares para uma missão confidencial.

Só que na rota, que passa a usar, acaba encontrando o grupo de Pablo Escobar e é convidado a transportar cocaína. E o dinheiro conta muito para Barry. Ele passa a fazer voos para a aviação aérea, para a CIA e para a Colômbia. Tudo isso pensando na família, que só aumenta.

A retratação de época está bem feita e a trama, em muitos momentos, lembra Narcos, série da Netflix de muito sucesso. Mas o roteiro não se define se é uma comedia, uma aventura ou um drama baseado em fatos reais.

Talvez porque a presença de Tom Cruise tenha tirado o foco do drama sério, tendo em vista que Tom tem feito muitas aventuras mais leves, mostrando toda sua capacidade física.

A história de Seal já foi apresentada em Narcos e em Conexão Escobar e retrata a vida de um dos mais jovens comandantes de aeronaves comerciais da TWA. Ele que se tornou multimilionário, da noite para o dia, enquanto aproveitava as confusões da Guerra Fria no Caribe e o estouro do narcotráfico nas décadas de 70 e 80.

Doug Liman, que também já dirigiu Tom Cruise em No Limite do Amanhã, aproveita bem o ator e todo seu charme. Mas ainda assim o filme, por ser repleto de informações, cansa um pouco com seu vai e vem.

As cenas de ação são bem feitas. O desespero em esconder tanto dinheiro nos lugares mais inusitados rende boas risadas, porém esperava bem mais.

Confira programação AQUI.

Nota 8.

Beijocas

E vocês assistiram? Deixem seu comentário!

Graça Siqueira

Olá pessoal, eu sou a Graça. Jornalista, gaúcha de Pelotas (RS), 61 anos, esposa, mãe e avó. Desde pequenininha amo o cinema. Também adoro livros, música e escrever. Sou bastante emotiva. Tenho muitos ídolos em todas as áreas. Sou simples, alegre e otimista.

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales