Review de Cinquenta Tons Mais Escuros

por há 7 meses e 239 leituras

Sinopse:

“Incomodada com os hábitos e atitudes de Christian Grey (Jamie Dornan), Anastasia (Dakota Johnson) decide terminar o relacionamento e focar no desenvolvimento de sua carreira. O desejo, porém, fala mais alto e ela aceita voltar, porém sem regras.”

Ficha técnica:

Data de estreia: Fevereiro de 2017

Direção: James Foley

Atores principais: Jamie Dornan, Dakota Johnson, Marcia Gay Harden, Kim Bassinger,

Gênero: Romance erótico

Continuação do longa Cinquenta Tons de Cinza, no início já somos apresentados aos problemas que afligem Grey, os traumas de infância. E logo em seguida já sentimos o quanto precisa de Anastasia com a entrega de muitas flores. Já Anastasia começou a trabalhar em uma editora de livros e está fazendo o que gosta. A história se desenrola a partir do pedido de “volta pra mim” que Grey faz à Ana. E, agora, sob suas condições de sem regras e castigos.

Logo os dois estão novamente juntos, com mais romance e menos cenas de sexo. E a cada novo dia Ana conhece um pouco mais da personalidade de Grey, que tudo faz para que ela permaneça junto dele. A trama tem um pouquinho de suspense, para dar um ar mais sombrio, com a perseguição da ex-submissa de Grey, Leila (Bella Heathcote) e a aparição da tão famosa Sra. Elena Lincoln (Kim Bassinger).

Mas não pensem que somente Grey tem problemas. Pois desta vez Ana ainda será assediada pelo chefe Jack Hyde (Eric Johnson), o editor do qual é assistente em seu novo emprego.

Já li criticas horríveis sobre o filme e não concordo. Já li gráficos que informam que o filme incita à violência doméstica, que engana mocinhas para que acreditem em homens violentos e que mostra que o dinheiro compra tudo. E também não concordo.

O filme é para adultos e não para adolescentes e, além disso, tem como ponto principal a vitória do amor sobre tudo. Prova de que o amor é capaz de curar. Então você pode assisti-lo querendo ver mal em tudo ou optando pelo lado positivo. Concordo que Cinquenta Tons não é uma obra de arte. Mas, cá entre nós, a maioria não é. E quanto a ser um filme pornográfico também não posso aceitar, pois afinal a TV já mostra muita coisa que não deveria em todos os horários.

A troca de direção, saiu Sam Taylor-Wood entrou James Foley, não alterou muita coisa. Os atores, a meu ver, estão mais tranquilos. A fotografia ainda é bonita, principalmente no baile de máscaras, mas o roteiro, que ficou nas mãos de Niall Leonard, marido da escritora, tem cortes rápidos demais.

A essência está lá e é bem aceita pelo público feminino, maioria dos espectadores. A escritora E.L. James, executiva de TV que morava em Londres, é casada, tem dois filhos e desde criança sonhava em escrever contos. Até que, em 2010 lançou seu primeiro romance, Cinquenta Tons de Cinza. Ela aprovou os filmes.

Cinquenta Tons Mais Escuros e Cinquenta Tons de Liberdade, o terceiro na sequência, foram gravados na mesma época. O último está previsto para fevereiro de 2018.

A gerência e a equipe do Cineflix do Shopping Pelotas deram um show na pré-estreia do filme, nos primeiros minutos de 9 de fevereiro. Com a sala 3 lotada, funcionários atendiam com máscaras e um casal caracterizado de Anastasia e Christian, recepcionava a todos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Confira a programação AQUI.

Nota: 9

Caso queria se interar nas cenas do próximo filme aproveite e assista ao vídeo abaixo:

Beijocas

Confesso que gostei muito e já assisti duas vezes! E vocês?

Graça Siqueira

Olá pessoal, eu sou a Graça. Jornalista, gaúcha de Pelotas (RS), 61 anos, esposa, mãe e avó. Desde pequenininha amo o cinema. Também adoro livros, música e escrever. Sou bastante emotiva. Tenho muitos ídolos em todas as áreas. Sou simples, alegre e otimista.

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales