Review de Até o Último Homem

por há 3 meses e 190 leituras

Sinopse:

“Desmond T. Doss (Andrew Garfield) é um jovem que sonha ser médico do exército e, que, durante a Segunda Guerra Mundial, se recusa a pegar em uma arma e matar pessoas. Porém, durante a Batalha de Okinawa ele trabalha na ala médica e salva mais de 75 homens, sendo condecorado. Doss foi o primeiro Opositor Consciente da história norte-americana a receber a Medalha de Honra do Congresso.”

Ficha técnica:

Data de estreia: Fevereiro de 2017

Direção: Mel Gibson

Atores principais: Andrew Garfield, Teresa Palmer, Vince Vaughn, Luke Bracey

Gênero: Drama de guerra

Mel Gibson esteve afastado do cinema pelo vício em álcool, por seu gênio incontrolável, por suas brigas explosivas. Mas em nenhum momento se pode negar sua competência como ator e diretor. Embora, desta vez, esteja só atrás das câmeras, é possível sentir sua presença nessa obra de arte, baseada em fatos reis acontecidos na Segunda Guerra Mundial.

Desmond é um jovem que vive com os pais e um irmão no interior dos EUA e cresce lutando com seu irmão e apanhando do pai, o ator Hugo Weaving de Matrix, ex-combatente da Primeira Guerra Mundial. Então ele faz uma promessa, por ser adventista e ter muita fé, de que obedeceria ao mandamento de jamais matar, tampouco pegar em uma arma.

Até que vem a guerra e todos seus amigos estão se alistando, inclusive seu irmão. Desmond faz o mesmo.  Nessa primeira parte do filme ele conhece a enfermeira Dorothy (Teresa Palmer), por quem se apaixona e quem o ajuda a entender melhor a profissão de médico.

Então acompanhamos o treinamento de Desmond no exército e tudo pelo qual passará, tendo em vista que se auto intitula um Opositor Consciente, contra a guerra. Desmond quase vai à corte marcial por desobedecer a ordem de pegar em uma arma. Além de sofrer violência entre os companheiros de pelotão. Quem pode desejar ter um soldado por perto que se nega a lutar?

Gibson dirige Até o Último Homem magistralmente. E embora seja contraditório o fato de Desmond não gostar de violência, esse é um dos filmes, com cenas de guerra, mais violentos que assisti nos últimos tempos.

As cenas são de uma realidade absurda. Os tiros parecem estar dentro da sala. E foi possível perceber o público do Cineflix do Shopping Pelotas se abaixando para não ser atingido pelas balas e morteiros dos furiosos japoneses.

O resgate dessa história merece ser assistido. Desmond Doss é um exemplo de caráter e de espírito humano e o verdadeiro herói americano. Sua fé inabalável o tornou verdadeiro gigante num corpo franzino

Esqueçam Garfield de Homem Aranha. O ator está excelente e já ganhou inúmeros prêmios como Melhor Ator. O filme concorre a seis estatuetas no Oscar 2017: Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Diretor, Melhor Mixagem de Som e Edição de Som.

O sargento Howell (Vince Vaughn) e o exímio atirador, soldado Smitty (Luke Bracey), também fazem parte do pelotão que enfrentará os japoneses na Batalha de Okinawa.

Para mim, Até o Último Homem é um filme imperdível. Confira a programação AQUI.

Nota 10.

Beijocas

Assistam e depois me digam a opinião de vocês, ok? Eu aposto muito neste filme.

Graça Siqueira

Olá pessoal, eu sou a Graça. Jornalista, gaúcha de Pelotas (RS), 61 anos, esposa, mãe e avó. Desde pequenininha amo o cinema. Também adoro livros, música e escrever. Sou bastante emotiva. Tenho muitos ídolos em todas as áreas. Sou simples, alegre e otimista.

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

(casa nova)