Review de Alien : Covenant

por há 5 meses e 295 leituras

Sinopse:

“2104. Viajando pela galáxia, a nave colonizadora Covenant tem por objetivo chegar ao planeta Origae-6, para colonizá-lo. Um acidente cósmico antes de chegar ao seu destino faz com que Walter (Michael Fassbender), o androide a bordo da espaçonave, seja obrigado a despertar os tripulantes da missão. Logo Oram (Billy Crudup) precisa assumir o posto de capitão, devido a um acidente ocorrido no momento em que todos são despertos. Em meio aos necessários consertos, eles descobrem que nas proximidades há um planeta desconhecido, que abrigaria as condições necessárias para vida humana.”

Ficha técnica:

Data de estreia: Maio de 2017

Direção: Ridley Scott

Atores principais: Michael Fassbender, Billy Crudup, Katherine Waterston, Danny McBride

Gênero: Ficção

Você já assistiu Alien, O Oitavo Passageiro (1979) e suas três continuações? Não? Bem, está perdendo tempo. Alien é um filme claustrofóbico e com um terror na medida exata. Marcou época e fez com que muitos outros filmes tentassem imitá-lo.

Após 15 anos de Alien- A Ressurreição, o diretor Ridley Scott resolveu tocar no assunto novamente e explicar o início de tudo, em Prometheus (2012), que fez relativo sucesso. Mas mesmo com toda a tecnologia, não se equipara ao ineditismo e terror do primeiro.

Agora, cinco anos depois, Ridley quer ainda argumentar sobre o tema e explicar ao público como a criatura surgiu e se tornou inteligente. Bem, para mim, embora tenha público, o filme é desnecessário.

Tem bom elenco, embora não aproveite James Franco, mas quem realmente chama a atenção, mais uma vez, é o robô Walter/David (Michael Fassbender).

Quando avistam um planeta tão aparentemente habitável e parecido com a Terra, a tripulação de Covenant resolve investigar de perto se deve ou não colonizar esse lugar. Mas ao chegar em solo descobrem que o planeta abriga seres não amigáveis.

Criado para ser um filme de terror, deixa a desejar. Nada causa sustos e tudo é muito previsível. Aliás, previsível demais. Mas tem ótimos efeitos especiais e criaturas fantásticas.

Assisti à pré-estreia no Cineflix do Shopping Pelotas em 2D, com um plateia considerável e entusiasmada. E acredito que atraia o público da franquia da mesma maneira.

Uma das perguntas mais insistentes nos filmes de ficção é “de onde viemos” e o robô desta vez fará a pergunta novamente: “Se o senhor me criou quem é seu criador?”É claro que nessa pergunta está introduzida a rebeldia da criatura contra o criador. O que acontece a partir daí são cenas de suspense, personagens que se separam dos outros e são atacados sozinhos, e que olham onde não deveriam olhar.

Alien: Covenant é um bom entretenimento para os amantes da franquia e de filmes de ficção. E merece ser assistido por sua direção e esmero na produção. Tem também uma trilha sonora impecável.

Esse e outros filmes estão em cartaz no Cineflix Cinemas e no Dia das Mães, todas as mães foram homenageadas: aquelas que se fizeram acompanhar de, pelo menos, um filho foi dispensada do pagamento da entrada. Portanto, espero que as mamães tenham aproveitado bem seu dia. O Portal já havia colocado notícia informando a promoção.

Nota: 9.

Confira a programação AQUI.

Beijocas

Espero que curtam o filme. E voltem sempre!

Graça Siqueira

Olá pessoal, eu sou a Graça. Jornalista, gaúcha de Pelotas (RS), 61 anos, esposa, mãe e avó. Desde pequenininha amo o cinema. Também adoro livros, música e escrever. Sou bastante emotiva. Tenho muitos ídolos em todas as áreas. Sou simples, alegre e otimista.

Facebook Instagram Twitter Google+
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales