Entretenimento
e Incentivo à Literatura Fantástica

A menina que roubava livros – comentário 2

a-menina-que-roubava-livrosO ano de 2014 está demais com relação aos filmes estreados! Leia meu comentário de A menina que roubava livros, confira trailer, sinopse e outras postagens que se referem a esse lindo filme!

Sinopse:

“Durante a Segunda Guerra Mundial, uma jovem garota chamada Liesel Meminger (Sophie Nélisse) sobrevive fora de Munique através dos livros que ela rouba. Ajudada por seu pai adotivo (Geoffrey Rush), ela aprende a ler e partilhar livros com seus amigos, incluindo um homem judeu (Ben Schnetzer) que vive na clandestinidade em sua casa. Enquanto não está lendo ou estudando, ela realiza algumas tarefas para a mãe (Emily Watson) e brinca com a amigo Rudy (Nico Liersch).”

Meu comentário sobre o filme A menina que roubava livros

É simplesmente obrigatória a sua ida ao cinema! Você precisa assistir a esse filme! Li o livro há um tempo atrás e fiquei bem feliz quando soube de sua adaptação cinematográfica. Acompanhei e postei no portal, junto com meus colegas, várias novidades sobre o filme. Ele era aguardado por muitas pessoas, que estão indo às lágrimas ao acompanhar a história de Liesel.

Ela é uma doce menina, filha de uma comunista. Juntamente com seu irmão, Liesel viaja para a Alemanha, na época do nazismo, para ser adotada por Hans e Rosa, um casal de senhores. Hans é doce, humilde e trabalha com pinturas. Rosa é durona, vive às turras com o marido, sempre o atormentando (e agora também tem sua chance de descontar em Liesel). Rosa somente adotou as duas crianças devido ao pagamento que teriam, além das pinturas escassas de Hans e de suas lavações de roupa por encomenda, também escassas. Mas, uma fatalidade acontece e somente Liesel é adotada pelo casal.

A doce menina de cabelos cacheados vai à escola e conhece seu vizinho Rudy, que deseja sua amizade e talvez um pouco mais, na doce inocência das crianças. Eles passam bastante tempo juntos e Rudy a acompanha nas entregas de roupa à casa do prefeito. Numa dessas idas, Liesel conhece a Biblioteca da casa e tem a oportunidade de ler os livros. Aí você me pergunta: se Liesel pode ler os livros lá, por que roubá-los? É que as atividades da esposa do prefeito e da menina não são aprovadas pelo governante, mas depois que aprendeu a ler, a menina deseja desesperadamente os livros e não vê solução para isso.

Algum tempo depois, o casal dá abrigo a um judeu chamado Max, a cujo pai o casal deve favores. Max, além dos livros, é quem dá vida à Liesel e podemos ver sorrisos constantes no rosto de nossa loirinha. Mas, como disse antes, a história se passa durante o nazismo e muitas cenas tristes acontecem. Pessoas são mortas, apreendidas, machucadas e muitos homens serão convocados à guerra. Aí muita gente já começa a chorar. Quem não chorou ainda, até o final, com certeza, irá chorar.

É tudo muito triste, mas real. Não podemos negar o que aconteceu no passado de nosso mundo e precisamos reviver para entender o que aqueles habitantes viveram. Abaixo, acompanhe o trailer, o comentário 1 e algumas imagens do filme. Como disse, é imperdível.

O comentário 1 está aqui e as imagens do filme você vê nesse link

Gostou? Adoraria que você deixasse seu comentário abaixo! Vamos divulgar esse post? Para isso, você pode curtir, compartilhar, twittar, clicar em +1…..Existem diversas formas de você interagir conosco e nos divulgar! Super beijo e até a próxima!

 

 

 

Publicado por em sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014.

Deixe seu comentário
  • › É sua primeira vez? Seu comentário passará por moderação.
  • › Links e emails não são permitidos por motivo de segurança.

Veja outros artigos, além de "A menina que roubava livros – comentário 2", sobre: , , , ,

Curta o Portal ;-)

Facebook
Twitter
Google+
Portal JuLund Entretenimento e Incentivo à Literatura Fantástica.
(c) Copyright 2010-2014 Portal JuLund - Todos os direitos reservados. Fundado e mantido por Ju Lund by Jeferson Sigales