#Warcraft

por há 4 meses e 506 leituras

Adaptação do roteiro de ‘Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos’, dirigido por Duncan Jones, o livro é a novelização da história do filme, que foi inspirado no game de mesmo nome.

Filme

Apresentando a história do universo dos games, o filme ‘Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos’ é uma história inspirada no universo ficcional do game ‘Warcraft’.

O grande sucesso da Blizzard Entertainment ganha uma adaptação para o cinema com base 1° game, chamado ‘Warcraft: Orcs & Humans’.

Também há referências do RPG ‘Dungeons & Dragons’ e das cartas colecionáveis ‘Magic’, jogo inspirado nas histórias fantásticas do autor J.R.R.Tolkien.

No entanto, o filme tem um roteiro original, pois a história não está no game ‘Warcraft’. A fantástica narrativa é ambientada no universo do game, mas gira em torno de 3 personagens, Dorotan, Lothar e Garona, com um roteiro fechado, ou seja, que tem começou, meio e fim. Onde é inserido um gancho para uma possível continuação. Assim não só fãs do game, como quem curte fantasia em estilo saga épica poderá assistir ao filme sem problema.

(Leia+sobre o filme na Coluna #CabineDeImprensaRJ, clicando AQUI.)

 

Livro

Escrito por Christie Goldene, o livro ‘Warcraft’ conta a história do humano Lothar, o orc Durotan e da mestiça Garona, quando os orcs chegam ao mundo humano.

Em uma época que a magia era usada no cotidiano e os humanos conviviam com elfos e anões, a novelização do roteiro de ‘Warcraft – O Primeiro Encontro de dois Mundos’ é um relato detalhado do começo da Invasão Orc.

Christie Goldene pega o roteiro de Charles Leavitt, escritor junto com o diretor Duncan Jones e com história e personagens de Chris Metzen, e incluí maiores detalhes que enriquecem a trama vista em ‘Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos’.

Como há um segundo livro que complementa a história, um prequel sobre Durotan, que também é escrito por Christie Golden, ‘Warcraft’ tem várias informações complementares interessante, mas se mantém fiel ao que é apresentado no filme.

Na novelização, é mostrado mais detalhes do mundo dos orcs, que teve seus recursos naturais completamente esgotados, e a necessidade urgente de encontrar um novo, para evitar a extinção. A urgência da sobrevivência leva os orcs ao mundo dos humanos que mesmo convivendo com outros seres, não aceitam passivamente a invasão de suas terras.

No livro também há um melhor desenvolvimento dos personagens, ao revelar seus pensamentos e emoções mais profundas. Assim permitindo que o leitor saiba mais sobre os relacionamentos, como a amizade do Rei Lane, Medivh e Lothar.

A mestiça Garona também tem destaque no livro, ao ter revelado interessantes detalhes do passado da meio-orc e meio-humana.

Já que o livro é fiel ao roteiro, não tem um ritmo próprio como ‘Warcraft: Durotan’, apenas segue a linha “clip musical” da produção; mostrando os acontecimentos de uma forma quase simultânea como acontece no filme. Indo de um grupo a outro de forma a dar um ritmo acelerado a leitura.

‘WarCraft’ é uma boa novelização de roteiro que vale a leitura, junto com o livro ‘Warcraft: Durotan’.

 

Anny Lucard

Tecnógola em cinema e produtora de rádio. Especializada em edição de som e imagem. Mente por trás da criação do Projeto Literatura Nas Ondas Do Rádio, de incentivo à leitura e de apoio a literatura em língua portuguesa. Escreve sobre cinema e literatura, tanto para a internet como para programas de rádios. Elabora roteiros nas horas vagas, Colunista Convidada desde agosto/ 12. No twitter pessoal @annylucard

Facebook

Um comentário para “#Warcraft”

aroslyakov

___123___#Warcraft em CineLivros // por Anny Lucard___123___

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales