It – A Coisa (1990)

por há 3 semanas e 65 leituras

Adaptação do livro ‘It – A Coisa’ do autor Stephen King

Filme

Quem conhece um pouco das obras do autor Stephen King, sabe como ele trabalha com o psicológico humano em seus livros, tornando assim vários de seus livros populares e, consequentemente, levando a maioria de suas história para o cinema. Porém como acontece na maioria das adaptações sempre há mudanças em relação aos livros e nem sempre agrandam os fiéis fãs das obras literárias.

No entanto, ‘It – A Coisa’ de 1990 ainda é muito querido entre os fãs do autor, mesmo que o filme não seja tão fiel e, na verdade, ser o resultado de uma versão editada de uma minissérie para a TV. O que é um caso diferente de outros filmes como ‘Conta Comigo’, ‘Cujo’, ‘O Iluminado’ ou ‘Carrie – A Estranha’, que são produções cinematográficas.

Em ‘It – A Coisa’ (1990) a pacada cidadezinha de Derry, no Maine, é aterrorizada por um ser que visa as crianças do lugar. Esse enigmático ser pode tomar várias formas, mas em boa parte dos caso sua personificação é de um sinistro palhaço, Pennywise, interpretado por Tim Curry.

Diferente da adaptação lançada esse ano, apenas com a parte relacionada as crianças no livro, já que é a parte um da história, a adaptação de 1990 de ‘It – A Coisa’ já mostra Michael Hanlon (Tim Reid) adulto. Ele é o único de um grupo de 7 amigos que continuou morando na cidade, depois de serem atormentado por Pennywise, quando crianças.

Como Michael desconfia que o sinistro ser está de volta, ele entra em contato com os outros 6 amigos, pois todos prometeram fazer algo contra aquele que os atormentou, caso ele voltasse a Derry.

Com direção de Tommy Lee Wallace, tem o roteiro escrito pelo próprio diretor junto com Lawrence D. Cohen, a adaptação de ‘It – A Coisa’ de 1990 é considerada um clássico do terror psicológico. E mesmo não sendo um filme feito para o grande público, os fãs do bom e velho terror sanguinário, ‘It – A Coisa’ tem um público fiel e que a cada nova geração só aumenta. Isso porque a produção busca ser uma obra diferente do que geralmente se vê, como é proposto no livro escrito por Stephen King, mesmo sem ser 100% fiel tem a essência da história.

‘It – A Coisa’ é uma narrativa sobre o medo que move o ser humano, não sobre monstros e assassinos que aterrorizam as noites. É uma história que joga na cara o quando o ser humano é negligente e muitas vezes cruel com aqueles que deviam proteger e amar. Deixando claro que as desculpas são as maiores vilãs da humanidade, para evitar as responsabilidades, consequências de seus atos e punições as más condutas, já que sempre tem um Pennywise para culpar: Aconteceu assim porque o palhaço do mal quis.

Livro

‘It – A Coisa’ do autor Stephen King é uma obra que faz jus ao termo “tijolo”, atualmente foi relançada no Brasil com 1104 páginas pela Suma das Letras.

O livro inicia a narrativa em 1958, na pacata cidade do Maine, Derry. E é durante as férias escolares daquele ano que o grupo formado por Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly se tornam verdadeiros amigos, mas graças a um ser sinistro que os assombra, o qual eles conseguem enfrentaram e viver para contar a história.

A trama que mescla o fantástico e sobrenatural, mostra o sinistro e maligno ser como uma criatura além do tempo e espaço, que volta de tempos em tempos a Derry com sede de sangue. Então 27 anos depois uma nova onda de terror é iniciada a cidadezinha e Mike, o único que ficou em Derry dos 7 amigos, decide reunir o grupo conta o misterioso e sanguinário ser.

Como Stephen King não é linear durante a narração, o livro tem idas e vindas, mostrando os protagonistas garotos e depois adultos, mas para quem curte um tijolão, isso com certeza não é problema. Porque os tempos do livro são basicamente divididos na trama de 1958, com os protagonistas aos 12 anos enfrentando o ser que na maioria da vezes se apresenta como um palhaço chamado Pennywise, e 1985, com eles aos 39 anos buscando acabar com Pennywise para sempre.

Vale dizer que ‘It – A Coisa’ é visto por muitos fãs como um dos melhores livros do autor, dada a narrativa até cativante em relação aos dramas dos personagens, mesmo com tanto terror psicológico do tipo angustiante e aterrorizante.

Anny Lucard

Tecnógola em cinema e produtora de rádio. Especializada em edição de som e imagem. Mente por trás da criação do Projeto Literatura Nas Ondas Do Rádio, de incentivo à leitura e de apoio a literatura em língua portuguesa. Escreve sobre cinema e literatura, tanto para a internet como para programas de rádios. Elabora roteiros nas horas vagas, Colunista Convidada desde agosto/ 12. No twitter pessoal @annylucard

Facebook
Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Copyright 2010-2017 • Portal Literário JuLund • Todos os direitos Reservados

Desenvolvido por Studio Sigales